terça-feira, 6 de setembro de 2016

Tintim no País dos Sovietes ganhará versão colorida em 2017

ATUALIZAÇÃO 17/10/3016: Divulgada a arte de capa da nova versão do álbum. Veja mais abaixo.

O aniversário de 88 anos de Tintim promete. "Tintim no País dos Sovietes", a primeira aventura do repórter, deve chegar às livrarias de uma forma bem diferente: em cores. O álbum, publicado originalmente em preto-e-branco nas páginas do Le Petit Vingtième, será relançado pela Casterman possivelmente em 11 de janeiro, no centenário da Revolução Russa.


As conversas sobre uma reedição colorizada do álbum começaram há bastante tempo. Em 2004, durante um debate com especialistas em banda desenhada, Nick Rodwell, administrador da Moulinsart, afirmou que "testes de coloração interessantes foram feitos", e citou como possibilidade um lançamento em e-book. Segundo ele, "colorir 'Sovietes' pode ser considerado uma evolução natural", mais de trinta anos após a morte de seu autor. Na mesma época, Benoît Mouchart, diretor da Casterman, confirmou que "este é um projeto oficial e tem o apoio da Moulinsart. Uma página de teste foi mesmo realizada, com cores mais sépias". Apesar de um pouco cético no início, Mouchart considerou o teste "um verdadeiro sucesso", mas não divulgou o cronograma de lançamento.
Arte de capa divulgada pelo perfil oficial da Moulinsart no Instagram. 17/10/2016.
Na Amazon francesa, a versão inédita foi disponibilizada recentemente para pré-venda, com data de lançamento marcada para 11 de janeiro de 2017, um dia após o aniversário de Tintim. Talvez para despistar, o título foi ocultado, mas as referências e o texto do link indicam que trata-se mesmo do aventura colorizada do repórter do Le Petit Vingtième na Rússia soviética. Com 140 páginas, a edição deve ser limitada, custando em torno de € 150,00. Além da edição numerada, uma monografia assinada por Philippe Goddin deve ser publicada pelas Éditions Moulinsart. Ainda não há confirmação da Casterman, nem previsão de lançamento em outros idiomas.

Versões piratas foram as primeiras a dar cores para o álbum "Tintim no País dos Sovietes".


"Tintim no País dos Sovietes", aventura de estreia de Tintim e Milu, foi publicado com grande sucesso a partir de 1929, nas páginas do suplemento infantil do Le Vingtième Siècle. A versão em álbum, similar à que conhecemos hoje, foi lançada pela Casterman em 1930. Rodeado de polêmicas, o álbum nunca foi colorido ou redesenhado por Hergé, que chegou a impedir sua reedição por décadas. No Brasil, o volume foi editado pela primeira em 2008, pela Companhia das Letras.

:: Em tempo: o álbum "O Caso Girassol" ganhará uma edição especial de aniversário em novembro.

Fontes: tt.info; Edition-Limitee.
Compartilhe:

2 comentários:

  1. ahhh non,que malheur!!!....ficar refém de re-lançamentos onde se muda apenas poucas características dos álbuns de TinTim é saber que pouco vai haver de álbuns e materiais realmente inéditos do mundo desse aventureiro reporter. A Moulinsart bem que podia autorizar ao menos alguns lançamentos de albuns do TinTim feito com a arte de outros artistas e ate mesmo que sabe com estilo próprio de se contar a mesma estoria mas com o jeito do próprio artista que estiver a fazer essa "repaginada" em questão....ou se puder também,poderia ate deixar que se criasse novos álbuns do repórter. Aqueles "diguinos",poderiam ate ser lançados mas nao canonizados(como se feito apeans por forma recreativa),mas dificilmente ate porque sabe-se que Herge pediu para que mais ninguém criase estorias de TinTim,depois que ele faleceu.
    de qualquer jeito,queria que ouve-se um jeito de se estabelecer novos lançamentos de TinTim que fossem inéditos ao mesmo tempo onde não se prejudicasse o legado do mesmo,ou que ficasse a ser refem de lançamentos com pouco conteudo inedito....mas vou a ficar a esperar o TinTim colorido na Russia Sovietica....Ochen Spassibo!!!

    ResponderExcluir

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT