domingo, 18 de outubro de 2015

Vem aí: A Obra Completa de Hergé


A Moulinsart, em parceria com a Casterman, anunciou o lançamento das obras completas de Hergé. Os quadrinhos, que um dia estamparam as páginas de jornais como o Le Petit Vingtième e do Le Soir, ganharão uma reedição em 12 volumes. As aventuras de Tintim e as peripécias de Quick, Flupke, Jo, Zette e Jocko serão lançados na coleção Hergé: Le Feuilleton Intégral em suas versões originais.

Coleção começa pelo volume 11. Entenda o motivo.


No início, Tintim era publicado em formato de folhetim, com uma ou duas páginas de quadrinhos que saíam periodicamente em suplementos de jornais belgas. Os quadrinhos de Hergé, bem como todo material gráfico que os acompanhava (capas, ilustrações, banners, entre outros), serão publicados integralmente conforme suas primeiras versões, publicadas no Le Vingtième SiécleCœurs VaillantsLe Soir e na revista Tintin entre abril de 1925 e abril 1976.

O curioso é que a obra começa pelo volume 11, sem seguir uma ordem cronológica. O "primeiro" número corresponde ao período de 1950 a 1958, e inclui os álbuns "Perdidos no Mar", "O Caso Girassol", "Rumo à Lua" e "Explorando a Lua", além da última aventura da série Jo, Zette e Jocko, "O Vale das Cobras". São 466 páginas e capa dura, no valor de 80 euros. Lançamento em 4 de novembro.

A coleção completa deve ser publicada num intervalo de 6 a 8 anos, com cerca de dois volumes por ano. Os peritos em Hergé e Tintim Jean-Marie Embs, Benoît Peeters e Phillipe Mellot são responsáveis pelo trabalho de recuperação e organização do acervo.

P.S.: Pra quem, assim como eu, se perguntou "por que começar pelo volume 11?", a explicação pode estar na popularidade dos títulos que compõem a obra. Não que os primeiros trabalhos de Hergé deixem de despertar o interesse do público, mas certamente as aventuras lunares devem chamar mais atenção. Fora que, começando pelo número 11, você - não você, do Brasil - ficaria mais inclinado a comprar os outros 10. Assim eu acho.

Com informações do site oficial de Tintim.
Compartilhe:

0 comentários.:

Postar um comentário

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT