segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Conheça o parque temático de Tintim

Você já ouviu falar no parque temático de Tintim? Eu aceito um não como resposta. Afinal, ele não existe mais, o que é uma pena, mas já foi um grande sucesso décadas atrás.

O parque Walibi abriu suas portas em 26 de julho de 1975. Seu nome deriva das primeiras letras de Wavre, Limal e Bièrges, três cidades da província belga de Brabant Wallon, onde o parque está situado. Ele foi, durante anos, considerado a Disneylândia dos tintinófilos. Você vai entender o porquê.

Clique nas imagens para ampliá-las.

Uma das atrações se chamava Le Temple du Soleil, evidentemente baseada no álbum "O Templo do Sol". Era um dark ride - passeio em que os visitantes encontravam diferentes cenas com os personagens e cenários da aventura de Tintim no Peru, todos de acordo com Hergé. A atração foi inaugurada em 25 de agosto de 1975, sendo a primeira de uma série de projetos de entretenimento oriundos de um contrato com a Editions du Lombard. Durante o inverno de 1979-1980, o parque teve que encerrar a atração baseada no álbum, pois a capacidade de público era menor que a garantida pelo fabricante, acarretando em imensas filas e problemas de segurança.


Com o encerramento do brinquedo, em 1980 o parque inaugurou uma atração maior e mais moderna, Le Secret de la Licorne. O lançamento contou com a presença da rainha Paola, da Bélgica, e fez um grande sucesso entre o público.


Com notável inspiração nos "Piratas do Caribe" dos parques Disney, o brinquedo proporcionava um passeio de barco através da história do antepassado do Capitão Haddock e seu rival, o pirata Rackham, o Terrível (dublado por Bob de Moor, colaborador e amigo de Hergé). Situada em um castelo, 85 animatrônicos e cenários baseados nos álbuns "O Segredo do Licorne" e "O Tesouro de Rackham, o Terrível" serviam de fundo para a atração, que contava com uma cena final, uma batalha naval, descrita como impressionante para a época.

Edição de "O Segredo do Licorne" disponível em 250 exemplares na inauguração da atração dedicada ao álbum.
Tintin dans la jungle (Tintim na floresta) era um passeio de barco ao ar livre inspirado em "O Ídolo Roubado". Inaugurado no final dos anos setenta, levava os visitantes em jangadas de madeira através de uma lagoa cercada de animais inanimados e personagens de Tintim. Comparado ao "Jungle Cruise", da Disneyland, o passeio foi substituído por outra atração, sem relação com Tintim, em 1987.


Outras atrações ao ar livre foram inauguradas em 1979. Pampa Ponies era um passeio em pôneis mecanizados com base em "Tintim na América". Nos Mini-Jeeps, passeio baseado em "A Estrela Misteriosa", os visitantes faziam uma trilha através dos cenários do álbum, incluindo uma aranha, maçãs e cogumelos gigantes.


Tintin Show foi uma experiência cinematográfica criada especialmente para o parque. Durou de 1984 a 1989, quando foi substituído por um cinema 3D. No verão de 1987, foi inaugurado o Aqualibi, um parque aquático coberto construído na entrada do Walibi. Apesar de não estar diretamente ligado a Tintim, vários elementos de design de "O Cetro de Ottokar" foram usados na entrada e na fila.

Em 1995, o parque virou cenário de um programa de TV exibido pela RTBF, "L'Énigme du Cristal", game show semanal de verão, com 13 episódios transmitidos nas noites de domingo. As perguntas quue faziam parte da competição entre famílias eram baseadas nos quadrinhos de Tintim, e as brincadeiras eram apresentadas no parque Walibi.


No final da temporada de 1995, a atração "O Segredo do Licorne" foi considerada datada pela direção do parque, o que levou ao encerramento do brinquedo. Depois de uma crise, o parque tentou renovar o contrato sobre os direitos de imagem de Tintim, em 1997. Porém, agora sob a administração da Moulinsart S.A., a negociação não avançou. O parque continua com novos administradores, mas todas as referências à obra de Hergé foram retiradas. Uma pena, pois este seria mais um destino curioso para os tintinófilos que visitam a Bélgica.

Com informações da Wikipedia e Tintinologist.
Agradecimento ao leitor Marcus Vinicius ~ @mvmotoca.
Compartilhe:

Um comentário:

  1. Como sempre tenho a impressão que Moulinsart S.A. parece ser um empecilho a divulgação de Tintin.

    ResponderExcluir

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT