quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Tintim subirá aos palcos no Irã

O diretor iraniano Arvand Dashtaray planeja levar aos palcos de Teerã, Irã, uma adaptação teatral baseada na série de álbuns "As Aventuras de Tintim", informou a agência de notícias MEHR. A peça, assinada pelo dramaturgo local Mohammad Charmshir, não seguirá o enredo de nenhum álbum específico, mas sim o roteiro original chamado "Tintim e o Segredo do Castelo de Moundas" (em livre tradução).

Atualização: Veja abaixo o primeiro cartaz oficial da peça, e conheça sua página no Facebook clicando aqui.


O diretor declarou que desde cedo se interessou pelos livros de Tintim. "Todas as suas aventuras e sua curiosidade tiveram muita influência sobre mim, e queria pagar minha dívida de gratidão com Hergé", afirmou.

Com previsão de estreia para fevereiro de 2013, a peça será realizada pelo Iranian Artists Forum, do teatro Iranshahr. O elenco conta com os atores Saeid Changizian (Tintim), Hasan Majooni (Capitão Haddock), Kazem Sayahi (Prof. Girassol) e Sahar Dolatshahi (Bianca Castafiore). Agora resta uma dúvida: a Moulinsart está ciente de tudo isso?


:: Um pouco de História: Tintim chegou ao Irã em 1971, com o álbum "No País do Ouro Negro" (Jazirehe Siah), publicado pela Entesharate Universal e seguido por mais 12 álbuns da série. eram livros de capa dura, com excelente qualidade de impressão e tradução. Depois da revolução islâmica de 1979, os álbuns foram vistos como propaganda ocidental, e por este motivo a editora fechou as portas. Nos anos 1980, uma nova coleção (não autorizada pela Casterman) chegou ao mercado iraniano, com qualidade muito inferior às edições da década passada. Em poucos anos, todos os álbuns foram traduzidos para o idioma persa, passando por várias editoras diferentes, até serem proibidos pelo governo.


Anos se passaram e Tintim ficou esquecido até surgir, na década de 1990, o desenho animado produzido pela Nelvana, e exibido no país pela TV estatal. Os episódios foram devidamente editados para se adequarem às leis vigentes. Com a popularidade da série em alta, os álbuns voltaram às prateleiras, mas todas as referências ao álcool ou sexualidade foram censuradas (veja um exemplo aqui). Muitas traduções novas surgiram, mas nenhuma foi autorizada pela Casterman ou pelas autoridades iranianas.

Compartilhe:

0 comentários.:

Postar um comentário

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT