quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

"As Aventuras de Tintim" por Fred Burnay

O texto a seguir foi escrito por um leitor de Portugal, por isso o estilo de escrita pode soar um tanto diferente para alguns brasileiros.
CONTÉM SPOILERS!

Na minha opinião, "As Aventuras de Tintin - O Segredo do Licorne" pode-se definir como um filme agradável de se ver! Eu, quando vi a estreia no cinema, sentia-me duma maneira que nunca me tinha sentido antes, o que é normal pois estive mais de dois anos à espera do filme. Steven Spielberg, Peter Jackson e o resto de toda a equipa conseguiram fazer um trabalho excelente e fizeram uma adaptação perfeita! A mistura dos três álbuns deu um filme genial!

Acho que o filme se pode resumir assim:
1ª parte- O Segredo do Licorne
2ª parte- O Caranguejo das Tenazes de Ouro
3ª parte- O Segredo o Licorne
4ª parte- Parte inventada
5ª parte- O Tesouro de Rackham, o Terrível


A primeira parte do filme acho que é das melhores, pois o álbum "O Segredo do Licorne" está praticamente todo lá! Não posso deixar de comentar o genérico [créditos iniciais] do filme, que ficou muito engraçado, cheio de referências aos outros álbuns, e o tema de abertura de John Williams está muito bem! Quando o filme começa mesmo, gostei de ter sido Hergé a primeira pessoa a aparecer no filme, foi uma bela homenagem! E quando ele mostra o retrato de Tintim!... parte bem cómica mesmo! Também achei bem eles mostrarem logo Aristides Filoselle (as suas mãos) a roubar carteiras. O resto das cenas estão óptimas, e bem fieis ao álbum! Notem que algumas partes do filme parece que foram tratadas para dar um pouco de suspance, como o atentado a Barnabé (que passou a ser de noite), a ida de Tintim a Moulinsart (também de noite), a perseguição do Rottweiler (que no álbum era outra raça menos assustadora)! Também gostei da ideia de darem mais destaque ao gato inimigo de Milu!

A segunda parte do filme para mim foi o encaixe perfeito para o desenrolar do filme! A introdução do capitão está perfeita e bem cómica! Para mim uma das melhores ideias do filme foi o capitão só se lembrar da história do Licorne quando estivesse bêbado! E a referência ao seu avô ficou interessante! Todas as cenas de acção estão muito boas, principalmente a parte da fuga do Karaboujan em que Tintim dá uma grande corrida para chegar ao bote! Inesquecível essa parte! De resto, as cenas são muito fieis ao álbum, apesar de haver algumas alterações para ficar mais cómico (como a pancada que Haddock dá a Tintim e a Milu com o remo!). A cena do hidroavião também foi das minhas favoritas! A pequena referência ao álbum "Explorando a Lua" ficou bem cómica! Também achei graça ao pequeno destaque que eles dão ao topete de Tintim em pelo menos três cenas: no inicio do filme, quando ele mexe no topete, e nos espelhos o topete desaparece e reaparece, na cena em que Tintim nada para o hidroavião, o seu topete lembra um tubarão e na cena que o hidroavião cai no deserto, o topete quase é cortado pela hélice!

A terceira parte do filme é das mais conhecidas de "O Segredo do Licorne" que não poderia deixar de estar no filme: a famosa batalha do Licorne e do navio pirata, que é mais uma das cenas mudadas para ficar com mais suspance: o mau tempo, as ondas gigantes, a noite, o fogo e a máscara de Rackham, o Terrível! Foi muito boa ideia o capitão começar por contar a história no deserto e acabar no posto do tenente Delcourt! Mas é no posto que a sua maneira de contar a história fica bem fiel ao álbum! Fora isso, a batalha está muito bem feita! A participação do antepassado do Nestor mostra que a família do Nestor tem servido a família Haddock há muitos anos! Adoro a pose de Rackham antes da sua primeira luta com o Cavaleiro de Haddock, assim como gosto de ver as lutas! Para mim, a maior diferença nesta parte, foi que o tesouro já estava no Licorne em grandes quantidades, o que fez com que o Cavaleiro só conseguisse levar consigo uma pequena parte do tesouro no seu chapéu!

A quarta parte do filme foi praticamente toda inventada, e realmente tenho de admitir que o melhor do filme foi o que saiu dos álbuns de Hergé, mas as partes inventadas, apesar de não serem as melhores partes do filme, não ficaram mal! A parte da Castafiore ficou engraçada no filme, apesar de nos álbuns ela nunca ter quebrado nada com a voz, mas se eles queriam ter um motivo para Castafiore estar no filme, eu acho esse motivo bom! A parte da mota para mim é a melhor parte inventada! Acho que a cena em que Tintim persegue o falcão e a sua mota quebra-se e forma um slide vai ficar para a história do cinema assim como a pedra redonda gigante que persegue Indiana Jones! Já a parte dos guindastes, ao contrário do que muitos dizem, não achei assim tão má... No fundo é sempre bom ver alguma destruição no fim dos filmes!

A quinta parte do filme apenas se baseia na última cena de "O Tesouro de Rackham, o Terrível" e fechou bastante bem o filme! Apesar de ser só uma parte pequena do tesouro, já vale muito e capitão já pode comprar Moulinsart! Gostei também de o tesouro continuar no chapéu do Cavaleiro e dentro do globo, assim como no álbum! E foi óptimo ver o capitão com o chapéu do seu antepassado!

Resumindo: acho que está um filme fantástico, com a história genial assim como os personagens, a música, o visual do filme, os cenários, as cenas cómicas e as cenas de acção e de mistério! O desempenho dos actores é muito bom, melhor elenco não poderia haver! Só acho que o filme poderia ser um pouco mais parado, com um pouco de mais tempo a mostrar os cenários e também acho que algumas cenas que foram anuladas deveriam estar no filme, assim como a participação de Oliveira da Figueira e a conversa que os Dupondt têm com Tintim no mercado (quem viu as cenas de making off sabe do que estou a falar). No entanto, o filme foi a melhor homenagem à obra de Hergé que até agora vi (a segunda melhor foi o Museu Hergé), por isso, de 1 a 10, dou 8,5 ao filme!

Texto do leitor Fred Burnay.
Compartilhe:

4 comentários:

  1. Qual foi a referência ao álbum "Explorando a Lua"?
    Para além da da musica incial não me estou lembrando mais alguma.

    ResponderExcluir
  2. Foi na cena do hidroavião em que Haddock e Milu tentam beber o whisky que flutua no ar =P

    ResponderExcluir
  3. Se Oliveira da Figueira participasse seria para ajudar Tintin a entrar em casa de Omar Ben Salad.
    Penso que isso seria uma grande misturangada dos albuns.

    ResponderExcluir

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT