COLEÇÃO DE FIGURAS DE TINTIM FINALMENTE NO BRASIL

Todos os detalhes do lançamento da Planeta DeAgostini

ÁLBUNS DE TINTIM EM PRETO-E-BRANCO CHEGAM AO BRASIL

Globo Livros lança réplicas das versões originais de Tintim

ESCUTE AQUI!

Série inédita baseada em "O Lótus Azul" é transmitida no rádio

PELA PRIMEIRA VEZ EM CORES

Veja a capa da nova edição de "No País dos Sovietes"

AS ATADURAS DE TINTIN

Infográfico reúne todas as pancadas que Tintim já levou

TPT ENTREVISTA ISAAC BARDAVID

Assista o bate-papo com o dublador do Capitão Haddock

TPT ENTREVISTA O PRIMEIRO TINTIM DO CINEMA

Jean-Pierre Talbot fala tudo sobre os únicos filmes de Tintim com atores reais

70 ANOS DO JOURNAL TINTIN

Publicações e eventos marcam o aniversário da revista

TPT ENTREVISTA O DUBLADOR DE TINTIM

Oberdan Jr conversa com o blog em vídeo de duas partes. Confira!

domingo, 27 de fevereiro de 2011

É hoje! Tintim no Oscar 2011

Na noite deste domingo, 27/02/2011, ocorre a 83ª edição do prêmio mais importante da indústria do cinema. Para celebrar o Oscar 2011, o Tintim por Tintim vem apresentando os indicados à categoria de Melhor Filme. Veja abaixo os últimos cinco indicados, em pôsteres estrelados pelos personagens de Hergé. Lembrando que, além de poder ampliar as imagens clicando sobre elas, você pode conferir os pôsteres originais clicando sobre os títulos dos filmes.

A Rede Social (The Social Network)

Minhas Mães e Meu Pai (The Kids Are All Right)

Bravura Indômita (True Grit)

Inverno da Alma (Winter's Bone)

O Vencedor (The Fighter)
E então, qual é o seu favorito? Façam suas apostas!
Compartilhe:

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Possíveis esboços do jogo de Tintim pela Ubisoft

Quatro meses antes da E3, principal feira mundial de video-games, um funcionário da Ubisoft Montpellier deixou escapar alguns detalhes sobre um dos próximos jogos da empresa francesa. A informação foi divulgada em primeira mão pelo site 01net., e deve ser do interesse dos tintinófilos, pois talvez seja o primeiro detalhe que sabemos sobre o jogo baseado no filme "As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne",  desenvolvido pela mesma empresa.

O funcionário, que não teve seu nome verdadeiro revelado, publicou em sua página pessoal na web que o estúdio está trabalhando em "um grande jogo de aventura/plataforma", desenvolvido em Montpellier, França. "Mais informações em meados de 2011", diz ainda.

Seriam as primeiras informações sobre o jogo de Tintim?
Em seu blog, o level designer (designer de nível) publicou também alguns esboços preparatórios de níveis do jogo. A foto (que você vê mais abaixo) não revela muito, mas nos permite imaginar que se trata de um jogo cheio de alavancas, plataformas, elevadores e portas, evocando ao clássico Super Mário Bros. A imagem também mostra que serão pelo menos dois personagens em ação simultânea, e que eles poderão utilizar uma espécie de escudo. O site 01net conversou com o funcionário da Ubisoft, que confirma que os esboços estão relacionados ao jogo de plataforma citado em seu blog, mas não pode dar mais detalhes devido a cláusulas de confidencialidade de seu contrato com a empresa.

Preste bem atenção nesta imagem. Alguma referência ao universo Tintim?

Como a Ubisoft só confirma três jogos para 2011 (sendo que existe a possibilidade de mais um ser revelado durante a E3), não é difícil especular sobre qual deles se tratam as imagens e a descrição. Rayman Origins, From Dust e a adaptação do filme 'Tintim e O Segredo do Licorne' são os únicos títulos anunciados pela empresa para este ano. Contudo, um detalhe nos esboços revelados pelo distraído (?) funcionário nos dão uma dica preciosa. Olhe de novo a imagem acima. Seria o nome "Dupont" em uma das páginas? Seriam estes dois personagens a dupla de detetives interpretada nos cinemas por Simon Pegg e Nick Frost. Esperemos uma confirmação oficial...

:: Em tempo: Esta não é a primeira vez que um funcionário da Ubisoft deixa vazar uma provável informação sobre o game de Tintim. Em junho do ano passado, Patrick Charron, que trabalhava na pré-produção do jogo, soltou em seu perfil no LikedIn que o mesmo seria lançado apenas para Nintendo Wii e Playstation 3. Quando a informação se espalhou pela rede, Charron apagou a informação. Clique aqui e relembre o post sobre o assunto, e aqui para ler os comentários do chefe da equipe que trabalha no desenvolvimento do jogo. Ainda sem título, a adaptação do filme de Spielberg para os video-games deve chegar ao mercado três semanas antes do lançamento do filme, em outubro deste ano.
Compartilhe:

Filme "O Templo do Sol" será exibido neste sábado

O primeiro longa-metragem de animação a cores estrelado pelos personagens de Hergé será exibido neste final de semana no canal a cabo HBO Family. Tintim e o Templo do Sol (Tintin et le Temple du Soleil) foi produzido em 1969 pela Belvision, que mais tarde levou aos cinemas o longa "O Lago dos Tubarões" (1972).


Baseado nos álbuns "As 7 Bolas de Cristal" e "O Templo do Sol", o roteiro adaptado por Greg (que também trabalhou no segundo animado) traz certas diferenças em relação aos álbuns originais, como a exclusão de algumas cenas e inclusão de novos elementos. Uma das alterações mais visíveis acontece na parte referente ao primeiro álbum, que se passa em apenas 15 minutos, com a apresentação de um personagem parecido com Hergé. Outra mudança no roteiro é a inclusão de uma personagem feminina, a filha do Grande Inca, que intercede por Tintim e seus amigos quando estes são feitos prisioneiros e estão prestes a ser sacrificados.

TRAILER NACIONAL DE "O TEMPLO DO SOL"
CRÉDITOS: www.tujaviu.com

O longa será exibido no HBO Family neste sábado, 26/02, às 13h35 (Este) e 16h35 (Oeste). É a oportunidade para quem nunca viu! E aproveitando a deixa, veja se a imagem abaixo não dá água na boca... Ah, se fosse verdade!

Pessoal da Log On, estamos esperando...
:: Em tempo: Acessando o Fórum Tintim por Tintim você encontra uma série de links relacionados ao filme. Entre eles há galeria de imagens, pôsteres e stills do filme. Caso ainda não seja cadastrado, clique aqui e não perca tempo!
Compartilhe:

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Tintim no Oscar 2011

Neste domingo, 27 de fevereiro, ocorre a 83ª edição da cerimônia de entrega do Oscar, o maior prêmio da indústria do cinema. Entrando no clima da premiação, o Tintim por Tintim estende o tapete vermelho e apresenta uma homenagem diferente aos indicados à principal categoria da festa: Melhor Filme. Este ano a Academia surpreendeu ao selecionar 10 indicados, e você fica conhecendo agora os cinco primeiros. Clique nas imagens para ampliá-las, e sobre os títulos dos filmes para ver as os pôsteres ou artes originais:

O Discurso do Rei (The King's Speech)

127 Horas (127 Hours)

Cisne Negro (Black Swan)

Toy Story 3 (Toy Story 3)

A Origem (Inception)

Os outros 5 indicados serão revelados à mesma maneira ainda nesta semana. Aguarde!
Compartilhe:

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Série "Sur les traces de Tintin" é lançada em DVD

A série de documentários Sur les traces de Tintin, produzida pela emissora francesa Arte em parceria com a GEdEon Programmes e a Mouninsart, será lançada em DVD na Europa no próximo dia 2 de março. Distribuído pela editora Citel Video, o especial exibido em setembro do ano passado na televisão europeia (na Espanha com o título "Los Viages de Tintin") virá em um box com 5 discos, cada um trazendo um episódio da jornada que segue os rastros do repórter pelo mundo.

Com cerca de 43 minutos cada, os episódios apresentam alguns locais visitados por Tintim em suas aventuras, como Egito, Índia, China, Peru, Marrocos e Tibete. À venda na FNAC francesa por 39,99 euros (pouco mais de R$ 90,00), o box só estará disponível em francês para a Região 2 (que inclui Europa Ocidental, Oriente Médio e Egito). Mais um lançamento para brasileiro ver de longe...

Também serão lançados em março dois DVDs de documentários sobre Tintim. Tintin: Voyageur du Siècle e Le Petit Vingtième: Le Siècle de Tintin. Também com linguagem apenas em francês, ambos estarão à venda por 14,99 euros.


Compartilhe:

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Rapidinhas Tintim por Tintim - Fevereiro

:: O cartunista canadense Tristan Demers (foto abaixo), chega à Bélgica nesta sexta-feira para promover o lançamento de seu novo livro, Tintin et le Québec - Hergé au coeur de la Révolution Tranquile (em tradução literal: "Tintim e Quebec - Hergé no coração da Revolução Silenciosa"). A obra é resultado de uma pesquisa que durou cerca de três anos, e retrata o impacto de Tintim em Quebec, uma das dez províncias do Canadá, nos anos 1950 e 1960.

Ricamente ilustrado por documentos e fotos, boa parte deles inéditos, o livro serve como um diário de bordo da visita de Hergé a Quebec em abril de 1965, com imagens do cartunista belga em Montreal e na barragem de Manic (que ilustra a capa do livro). Promove o lançamento do livro nesta sexta-feira, 18 a 20 de fevereiro na Feira do Livro de Bruxelas, na Bélgica. Com 159 páginas, 'Tintin et le Québec' é publicado pela editora Hurtubise em parceria com a Moulinsart. O lançamento na Bélgica será durante a Feira do Livro de Bruxelas, que começa nesta sexta-feira, 18/02, e vai até o domingo, 20/02. 

:: Três novos volumes da série de álbuns de Tintim foram publicados pela editora Asa em Portugal. Os títulos desta vez são "As Sete Bolas de Cristal", "O Templo do Sol" e "Tintin no País do Ouro Negro". A Asa adquiriu os direitos de publicação da série em 2009, e desde o ano passado vem lançando os álbuns em novo formato (16x22 cm), além de ter devolvido ao personagem seu nome original, Tintin. Agora a coleção portuguesa conta com 9 dos 24 álbuns originais de Hergé.


:: Em entrevista ao site USA Today, o ator Jamie Bell voltou a falar sobre o filme 'Tintim e o Segredo do Licorne', onde interpreta o personagem principal. Segundo ele, apesar de o personagem ser gerado por computador, quem lhe conhece bem notará algumas articulações de seu rosto. "Nós estamos tentando manter Tintim parecido ao que ele é nos quadrinhos", afirmou. "Eu não quero que ele pareça com Jamie Bell". O ator também falou sobre sua relação com Tintim durante a infância: "Ele sempre pareceu diferente dos outros desenhos, porque Tintim estava lidando com algo que era real. Ele resolvia injustiças e eliminava a corrupção política. Estava por dentro da tecnologia. Ele estava em ação bem antes do Superman. Pousou na lua 16 anos antes de Neil Armstrong."

:: Tintim e Hergé serão homenageados no próximo leilão da Banque Desinée, no próximo dia 27 de fevereiro. Segundo o site Bedeo.fr, 830 lotes serão ofertados durante o leilão. Como não poderia deixar de ser, Tintim marca presença com vários itens, entre eles  uma caixa contendo várias litografias datadas de 1981, todas assinadas por Hergé (avaliada entre 15 e 20 mil euros). Também assinada por Hergé, uma serigrafia emoldurada muito rara, fabricada em 1979 a pedido do Royal Waterloo Golf Club (clique na foto à direita para ampliá-la), está estimada entre 8 e 10 mil euros. Outros lotes podem ser vistos no cátalogo disponível no site oficial da Banque Desinée.

:: No último sábado, 12/02, ocorreu em Beverlly Hills, EUA, a entrega dos Prêmios Oscar de Tecnologia. Apresentada pela atriz Marisa Tomei, a premiação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas  homenageou 23 profissionais que trabalham por trás das câmeras, entre eles engenheiros de computação, técnicos e desenvolvedores de câmeras especiais. Um dos premiados foi Mark Sagar (foto), supervisor de projetos especiais da Weta Digital (empresa de Peter Jackson), que já trabalhou em filmes como "Homem Aranha 2", "King Kong" e "Avatar". Sagar foi premiado por suas inovações na captura de movimentos faciais, e durante seu discurso afirmou estar trabalhando com Steven Spielberg em "As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne", e com os atores James Franco e Andy Serkis no filme "Rise of the Apes", um prelúdio de "Planeta dos Macacos".
Compartilhe:

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Jamie Bell fala sobre Tintim ao Collider

Publicado originalmente em 10/02/2011.

O site Collider conversou com o ator Jamie Bell sobre seu próximo lançamento nos cinemas, "The Eagle", e aproveitou para falar sobre a adaptação cinematográfica dirigida por Steven Spielberg e Peter Jackson. ATUALIZAÇÃO: Parceiro do Collider no Brasil, o site Omelete publicou ontem a entrevista completa, traduzida para o português. Confira alguns destaques.

Jamie Bell em "The Eagle". O filme estreia nos EUA em 11 de fevereiro de 2011.
Você já terminou com as filmagens há algum tempo. Como tem sido a espera para ver como vai ser o filme?

Nós acabamos voltando para fazer mais alguns pedacinhos. Acho que quando você faz o filme com captura de movimento fica mais fácil de mudar qualquer coisa, você só tem que digitar em um computador e um mundo novo existe, é bem simples de se fazer... Então muitos dos atores interpretaram na pós-produção, e captura de movimento é conhecido por ter um processo de pós-produção bem longo. Eu estou me coçando, literalmente me coçando para ver algumas das coisas. Já vi aquelas imagens de como os personagens vão ficar - achei que eles ficaram ótimos. Para o público que não conhece muito [do Tintim original], o filme é de Steven Spielberg e Peter Jackson e todos sabemos o que isso significa. Para os fãs de coisas como Indiana Jones, esse filme é como uma abordagem mais moderna de filmes nesse estilo, com um personagem que está muito bem estabelecido.

Tintim vai ser uma trilogia, e Peter Jackson está fazendo O Hobbit. O que você ouviu falar sobre o segundo e terceiro filmes, se ouviu algo?

Eu acho que Peter está definitivamente comprometido com O Hobbit, ele tem muito trabalho para fazer e todos nós sabemos que tipo de comprometimento é esse. Então eu acho que a ideia é que ele vá trabalhar naquilo e depois nós voltemos para fazer Tintim 2. Ainda tem muito tempo até que o primeiro saia, então tem bastante coisa que pode acontecer até lá.

Isso é uma coisa que você espera dos filmes? Porque com Tintim você vai provavelmente viajar o mundo e realmente promover o filme.

É uma experiência assustadora. Tintim é tão pessoal para mim que eu não tenho problema algum em falar sobre o filme. Quem não gostaria de falar sobre o tempo que passou num set com Steven Spielberg e Peter Jackson? Como um ator, é uma ótima coisa para se falar, eu poderia falar sobre isso por horas. É por isso que eu acho que é ótimo dar apoio a algo que foi tão bom para mim pessoalmente e profissionalmente. Do meu ponto de vista, vai ser ótimo.

Durante a entrevista, Bell também falou sobre os desafios da captura de movimentos, o trabalho ao lado de Andy Serkis, que ele chama de "o Gandalf da captura de movimentos", e também sobre seus próximos trabalhos no cinema, como em "Jane Eyre", onde ele atua ao lado de Mia Wasiwoska ("Alice no País das Maravilhas") e Judi Dench ("007 - Quantum of Solace"), e "Man on a Ledge", que tem Sam Worthington ("Avatar") e Ed Harris ("Appaloosa: Uma Cidade sem Lei") no elenco.

Para quem entende inglês, a entrevista completa pode ser vista no vídeo abaixo. Caso contrário, leia na íntegra  clicando aqui.

Compartilhe:

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Nick Frost entrou em 'Tintim' graças a Simon Pegg

O site britânico Daily Record publicou uma entrevista onde os atores Simon Pegg e Nick Frost falam sobre "Paul", filme em que repetem a parceria de dez anos no cinema, marcada por filmes como "Todo Mundo Quase Morto" e "Chumbo Grosso".

Durante a conversa, Simon Pegg, que interpreta um dos detetives Dupondt no longa "As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne", revela que seu amigo de quase vinte anos nem sempre esteve cotado para o papel. Na realidade, Pegg foi escalado para interpretar ambos os detetives, até que "eles perceberam que seria difícil fazer isso", como conta o próprio ator. "Então, eles disseram: 'Podemos conseguir alguém?' e eu imediatamente disse: 'Nick Frost'. E Steven disse: 'Oh, sim, isso seria brilhante.'"

Segundo o site Digital SpyPegg e Frost conversaram com um programa de rádio, onde revelaram o motivo de Steven Spielberg ter levado tanto tempo para lançar sua versão de Tintim.

"Steven Spielberg tem os direitos de Tintim desde 1982 eu acho", disse Pegg. "Depois de fazer 'Os Caçadores [da Arca Perdida]', ele estava acompanhado a imprensa europeia, e as pessoas diziam 'É um pouco como Tintim, não é?', e ele não sabia o que era Tintim, então ele investigou, se apaixonou, e esperou até que fosse capaz de fazer algo parecido com os desenhos de Hergé, sabe - ele esperou pela tecnologia. Então agora ele pode fazer Tintim como havia imaginado, e isto é realmente extraordinário. Eu estou muito ansioso por isto."

Frost explicou: "Eles são muito conscientes de que precisam mantê-lo fiel ao conceito original de Hergé."

Simon Pegg, Tim Bruns (equipe técnica) e Nick Frost no período de gravações de 'Tintim'.
Foto: Facebook.

:: Curiosidade: Steven Spielberg faz uma participação no filme "Paul", escrito e protagonizado por Pegg e Frost. Segundo os próprios atores, a ideia surgiu durante as gravações de Tintim. "Nós estávamos falando a ele sobre o filme", explica Simon Pegg, "e contamos que tivemos essa idéia de que ele havia conhecido Paul [o extra-terrestre que dá título ao longa] e recebido algumas dicas para 'E.T.' e 'Contatos Imediatos' [filmes de Spielberg focado em alienígenas]. Ele disse: 'Oh, cara, talvez eu devesse estar no filme.' Estávamos OK."
Compartilhe:

Jamie Bell fala sobre o sotaque de Tintim no filme

O ator Jamie Bell, intérprete de Tintim no primeiro filme da trilogia baseada nos álbuns de Hergé, concedeu uma série de entrevistas para divulgar o lançamento de seu novo filme, "The Eagle", que chega aos cinemas norte-americanos nesta sexta, 11 de fevereiro. Como não poderia deixar de ser, sempre surgem perguntas sobre o filme "As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne", estrelado pelo ator britânico e dirigido por Steven Spielberg. Dessa vez Bell conversou com o site Vulture, e falou também sobre o sotaque de Tintim no filme, já que o personagem é um belga interpretado por um inglês. Confira.

Jamie Bell é o escravo Esca no filme "The Eagle", que estreia nesta sexta, 11/02, nos EUA.
Obviamente, Spielberg é um diretor que está no melhor de sua forma, mas aqui ele estava trabalhando com a tecnologia que nunca usou antes. Você podia vê-lo demonstrando isso no set?

"Ah, com certeza. Ele era assim: 'O que isso faz? Oh, uau, isso faz aquilo? Eu gostaria de poder fazer isso no mundo real, eu gostaria de poder arrancar um poste e movê-lo para o lado da rua!' As coisas simples que a captura de movimentos pode fazer com apenas o toque de um botão são surpreendentes, mas também, o uso de luz e cor... para um cineasta que é incrivelmente visionário, eu acho excitante, porque lhe dá muito mais opções. A paleta é infinita... Ele disse que nunca esteve tão próximo de fazer o trabalho de um pintor."

O visual do filme é muito pictórico, apenas a partir das fotos que foram lançadas. Você já viu isso em movimento?

"Sim, vi alguns trechos. Parece ótimo. Nós os chamamos de 'Tintinólogos', e como uma daquelas pessoas que realmente entendem disso, está incrivelmente excitante. Ver esses personagens ganhar vida própria é algo que tem sido esperado por toda vida, e quando isso está sendo feito... Realmente tem uma vibe de um filme de Hitchcock, um tipo de filme noir em um filme jovem de ação e aventura. É realmente muito bom."

Seu colega Andy Serkis lhe dava conselhos sobre captura de movimento?

"Em tudo. Ele é o guru dessa tecnologia. (...) Olha, se há alguém para ouvir quando se trata de captura de movimento, é aquele cara..."

Como você sabe se está fazendo um bom trabalho?

"Você não sabe. Você confia no diretor, e eu, obviamente, tenho uma grande confiança em Steven Spielberg. Você está em mãos muito boas. Existem alguns movimentos muito específicos num filme de ação e aventura, e você tem que acertar esses momentos de 'eu encontrei uma pista!' onde você está prestes a entrar em mais uma aventura na história. Assim, a atuação ainda é do mesmo tipo, você ainda está acertando os movimentos e os altos e baixos emocionais. E você tem que confiar em seus animadores, porque é onde o verdadeiro trabalho é feito."

Como é a sua voz como Tintim?

"Tintim é um nativo da Bélgica, e nós, obviamente, não poderíamos fazê-lo em francês, embora eu teria adorado. Então nós meio que encontramos um tom de inglês que não vai confundir tanto as pessoas. Você sabe, é muito fácil incomodar as pessoas quando se está assumindo um personagem tão amado, por isso quisemos manter o mais neutro possível e não ir muito, muito fortemente em outra direção. Se Tintim tivesse um sotaque americano, eu tenho certeza que o resto do mundo ficaria muito aborrecido!"

Para ver a entrevista completa, clique aqui.
Compartilhe:

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Meccano cria linha de brinquedos de Tintim

O site Toy News anunciou hoje que a empresa de brinquedos Meccano está desenvolvendo uma linha baseada no filme "As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne". A marca, conhecida pela tradição em brinquedos para montar, criará réplicas de três dos meios de transporte presentes no filme, que chega aos cinemas do europeus no próximo 26 de outubro.

Primeiros brinquedos do filme 'Tintim e o Segredo do Licorne' serão lançados pela Meccano.

Segundo a nota, a Meccano prestou atenção a cada detalhe dos veículos, que incluem um automóvel 4x4 de 290 peças, um hidroavião de 340 peças e o navio Licorne, composto de 630 peças. As réplicas estarão disponíveis para venda a partir de setembro, no Reino Unido e outros países da Europa. Embora seja recomendado para maiores de 8 anos de idade, a nova linha de brinquedos deve agradar a fãs de até 88...

Veículos transportados dos quadrinhos para as telonas, das telonas para os brinquedos.

:: Em tempo: O jipe vermelho que também virou brinquedo não aparece em nenhum dos três álbuns anunciados para a adaptação ("O Caranguejo das Tenazes de Ouro", "O Segredo do Licorne" e "O Tesouro de Rackham, O Terrível"). Na verdade, o Jeep Willys conversível só aparece no álbum "No País do Ouro Negro" (inclusive na capa, conforme a imagem acima), onde é guiado pelos Dupond, que depois de se perderem no deserto acabam seguindo seu próprio rastro. Será que o filme de Spielberg trará mais referências do que imaginamos?!
Compartilhe:

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Jamie Bell, que se diz 'tintinófilo', fala sobre o filme

O site ScreenCave publicou na última semana um artigo em que o britânico Jamie Bell falava sobre sua participação no longa "As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne", que estreia no final do ano. O ator, que interpreta o personagem-título, falou sobre o filme dirigido por Steven Spielberg durante a coletiva de imprensa de "The Eagle", produção em que atua ao lado de Channing Tatum. Confira os destaques da entrevista.

:: O convite

Quando questionado sobre sua reação ao ser convidado para fazer o papel de Tintim através da técnica de captura de movimentos, Bell revela que de início foi um pouco cético: "'O que é isso?' Essa foi a minha primeira reação... 'Como funciona? Será que funciona mesmo? Deixe-me ver alguma demonstração deste trabalho.'" O ator afirma ter recorrido à obra de Robert Zemeckis ("O Expresso Polar", "Os Fantasmas de Scrooge"), grande incentivador da tecnologia, para conhecê-la melhor, mas o resultado não foi tão animador: "Eu assisti alguns desses filmes em captura de movimentos, que eram muito grosseiros e primitivos em termos de tecnologia."

:: A tecnologia

Sobre sua primeira experiência com a técnica de captura de movimentos, em que o ator precisa interpretar sem o figurino, a maquiagem ou os cenários tradicionais do cinema, Jamie Bell conta: "Eu sabia tudo sobre Tintim. Eu já era um tintinófilo, ou tintinólogo. Estava muito por dentro, por isso fiquei literalmente tentando entender a mecânica da tecnologia." Entendida esta parte, o ator revela as possibilidades que a captura de movimentos proporciona: "Você quer que eu fique numa sala cinza e aja como se estivesse em um hidroavião no meio do oceano, no meio do deserto do Saara, sem nada ao meu redor que informe algo sobre a jornada deste personagem? Qualquer coisa sobre qualquer coisa no mundo físico? Isso é ótimo, pois significa apenas que eu posso fazer tudo!"

Jamie Bell co-estrela "The Eagle", que estreia nos EUA em 11 de fevereiro de 2011.

:: A recepção nos EUA

O ator também comenta sobre a incógnita que é a recepção do filme em território americano. Afinal, Tintim será bem recebido pelo público nos Estados Unidos? "Eu acho que quem entende e aprecia Indiana Jones, compreende Tintim, e eles [os americanos] nem sabem o que é ainda", responde Bell. "Eu sinto que não vai ser difícil. Acho que os personagens são grandiosos, porque todos têm falhas humanas. O personagem Tintim é um cara bem orientado e ambicioso. A estrutura da história e da aventura é algo que todos nós conhecemos e amamos. Há algo no final e eles têm que chegar a isto. Há uma relação muito estranha, peculiar e excitante envolvendo estes dois [Indiana Jones e Tintim]. E há Steven Spielberg na direção, que faz esta história incrivelmente bem."

:: Steven Spielberg

Falando no diretor, Bell (que trabalhou com Peter Jackson em "King Kong"), conta sobre o trabalho ao lado de Steven Spielberg, dando destaque ao fato de esta ser a primeira experiência do renomado diretor com a tecnologia de captura de movimentos: "Para Steven, é uma tecnologia nova. Eu acho que antes de Jurassic Park, CGI [computação gráfica] não era uma expressão comum. Nós realmente não entendíamos o que isso significava, então ele praticamente inventou o CGI. Ele colocou isto nas salas das pessoas e nós meio que entendemos o que significava. Do mesmo modo que James Cameron tem meio que tornado a captura de movimentos compreensível."

O intérprete de Tintim conclui a conversa confiante: "Steven Spielberg é um nome tão familiar e tão ligado à infância e fantasia para crianças e sonhos que eu acho que ele vai fazer da captura de movimentos algo que nos compreendemos e apreciamos." Que assim seja.
Compartilhe:

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

O retorno do "Lótus Rosa"

Depois de ter sido "retirado de circulação", em 2008, após um simples fax enviado pelo advogado da Moulinsart à direção da FNAC espanhola, o polêmico livro El Loto Rosa, do autor espanhol Antonio Altarriba, está novamente disponível nas prateleiras. Não lembra deste caso? Clique aqui e saiba mais.

Na época, o assunto chamou atenção principalmente pelo fato desta obra não se encaixar nas definições de plágio ou paródia. Na realidade, o livro apresenta uma série de ensaios sobre Tintim, alguns textos especulando sobre a vida secreta de Haddock, Girassol e Castafiore e uma narrativa ficcional sobre a vida adulta Tintim após a morte de seu autor. Segundo o autor, Tintim já não tem a companhia de Milu, que está morto, nem do Prof. Girassol, que foi internado numa clínica psiquiátrica. O Capitão é um alcoólatra falido e o repórter, que agora trabalha como paparazzi, tem sua primeira experiência sexual com Catherine Deneuve.

A Moulinsart, é claro, não gostou nada da "homenagem", e para "defender o legado de Hergé" - conforme explicado na época - solicitou que a FNAC retirasse os exemplares de circulação. Depois da proibição, o livro passou a ser vendido por preços altíssimos no mercado negro, e agora pode novamente ser comprado livremente, por 25 euros.

A publicação é ilustrada por algumas imagens que Ricard Castells havia confeccionado para o catálogo espanhola "Made in Tintin", bem como reproduções hiper-realistas de pinturas de Antonio Hernández Landazabal. Os direitos das imagens aparentemente pertencem aos autores, por isso o retorno às lojas.

Com informações dos sites www.1001.com e www.objectiftintin.com.
Compartilhe:

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT