sábado, 2 de julho de 2011

"As Jóias da Castafiore" no teatro


As companhias de teatro Am Stram Gram e Carouge-Atelier, de Genebra, levarão aos palcos belgas uma peça baseada no álbum "As Jóias da Castafiore", 21º álbum de Hergé. A primeira vez que o espetáculo foi apresentado foi em 2002, e voltará em curta temporada aos teatros de Bruxelas, pegando carona no lançamento do filme de Spielberg.

Dirigida por Dominique Catton e Christiane Suter, a peça é uma adaptação fiel do álbum, cuja trama se passa inteiramente nos arredores do Castelo de Moulinsart. A cenografia é de Gilles Lambert e iluminação de Jean-Philippe Roy. O elenco inclui 20 atores reconhecidos no cenário teatral, incluindo Kathia Marquis, que viverá a própria Bianca Castafiore. Os organizadores garantem que nenhum detalhe da obra de Hergé foi esquecido, desde os cenários até o figurino, que são acompanhados de um minuncioso trabalho de maquiagem, além de quase 400 tipos de efeitos especiais de som e iluminação.

Confira abaixo algumas imagens, extraídas do blog espanhol Universo Tintín:

Na montagem, todos os atores serão de carne e osso, à exceção de Milu, que será representado por um fantoche (manipulado por Daniel Hernandes).

O ator Jacques Michel será o Capitão Haddock, enquanto Jean Liermier dará vida a Tintim.


Claude Vuillemin interpretará Nestor, e Nicolas Rinuy o Prof. Girassol.
Completam o elenco os atores Anne-Marie Delbart, Jacques Maeder, Naara Salomon, Claude Thébert, Jean-Marc More, Antony Mettle, Ian Durre, Nissa Kashani, Michel Zimmermann, Ian Durrer, David Marchetto e Claude Thébert.

Com duração de 2 horas e 10 minutos (incluindo um intervalo), a peça será apresentada no teatro Wolubilis, em Bruxelas de 2 a 6 de novembro. Mais informações sobre horários e preços dos ingressos neste link.

Compartilhe:

3 comentários:

  1. Este teatro de "As Jóias de Castafiore" parece-me muito bom, e acho que é uma história boa para teatro por ser simples, calma, com música, personagens engraçadas e mistério na história.

    Acho também que os autores ficaram bem caracterizados, excepto os bigodes dos Dupondt que ficaram um pouco grandes =P

    ResponderExcluir
  2. Achei a caracterização um pouco exagerada, mas como é para teatro (onde se vê tudo de longe) ficou bom. Queria que algo assim passasse pelo Brasil!

    ResponderExcluir
  3. Olha eu também adoraria assistir a alguma peça de teatro do Tintim. Seria demais!!!!

    ResponderExcluir

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT