quinta-feira, 19 de maio de 2011

Filme de Tintim muda de título no Brasil

Não foi uma grande mudança, mas quem assistiu ao teaser trailer nacional do filme As Aventuras de Tintim talvez tenha estranhado a ausência do subtítulo O Segredo do Licorne, como o filme vinha sendo chamado desde que foram anunciados os álbuns para a adaptação. Na versão original, o título continua "The Adventures of Tintin: The Secret of the Unicorn", mas pelo menos para os mercados brasileiro, chinês e norte-americano (entenda-se EUA), some a referência ao álbum.

O título do filme em diferentes traduções.

De acordo com a Sony Pictures Brasil, que distribui o longa por aqui, a alteração não se limita ao trailer. A produção de Steven Spielberg e Peter Jackson perdeu mesmo o subtítulo nacional. Questionada sobre os motivos que levaram a tal decisão, a distribuidora informou que "essa decisão de nome é regional. Cada país define qual o nome que usará para o seu mercado, de modo que seja o mais atrativo possível para o consumidor final". E você, consumidor, o que achou da mudança?

Clique para ampliar: Pôster nacional (à esquerda) e versão não-oficial (à direita).

Primeiro filme de uma planejada trilogia, "As Aventuras de Tintim" é tem como base os álbuns "O Caranguejo das Tenazes de Ouro", "O Segredo do Licorne" e "O Tesouro de Rackham, o Terrível. A estreia nacional continua marcada para 11 de novembro de 2011.

:: Comentários: Na minha opinião, a mudança de título foi totalmente desnecessária. Imaginem se o primeiro filme baseado nas 'Crônicas de Nárnia' se chamasse apenas "As Crônicas de Nárnia", ou se o primeiro 'Harry Potter' fosse somente "Harry Potter"? Acho que Tintim se encaixa nesta categoria de filmes que, pelo fato se serem adaptados de livros, precisam de um subtítulo que faça referência à obra literária. O título principal se refere ao conjunto da obra, mas o subtítulo é que distingue cada filme.

A decisão da Sony tem como objetivo tornar o filme mais atrativo para o consumidor, mas eu, particularmente, não acho que vá fazer muita diferença. Será que eles temiam que o nome do filme fosse longo demais? Que dizer de "Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas"? Agora, o motivo pode ter sido outro: quem sabe os dirigentes da Sony Brasil não queriam adotar a tradução "O Segredo do Unicórnio", e surgiu um conflito interno que levou à total exclusão do subtítulo? Ou se o filme realmente não tem muito a ver com o álbum a que se refere? Nesse caso, seria mais justo. Mas minha constatação final continua a mesma: uma mudança desnecessária.

:: A propósito: O TPT passará a se referir ao filme conforme o título nacional, "As Aventuras de Tintim", mas as postagens a respeito do mesmo continuarão a ser publicadas na categoria Filme O Segredo do Licorne. O mesmo se dará com relação aos próximos longas.
Compartilhe:

4 comentários:

  1. Britto, eu concordo com você. O nome sem um subtítulo fica meio sem graça e não chama muito a atenção.
    Para quem não conhece Tintim e não sabe o que esperar do filme, ficará receoso em vê-lo. Eu acho que a Sony deveria pensar melhor nisso!
    Será que está simples mudança não levaria a um pequeno prejuízo? (Eu estou generalizando as coisas?)

    Abraços.

    Jonathan Henrique
    http://nomundodealguem.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. falta de respeito com os fãs, isso sim!

    ResponderExcluir
  3. Prejuízo é usar TintiM assim com M e depois os possíveis produtos que serão comercializados sobre o filme virem importados com o nome TintiN.

    ResponderExcluir
  4. A Sony está subestimando o público brasileiro, isso sim...

    Mas dos males, o menor!

    ResponderExcluir

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT