sábado, 2 de abril de 2011

Jamie Bell fala sobre sua vida e sua relação com Tintim

Em entrevista ao site Guardian, o ator Jamie Bell falou sobre seu mais recente trabalho nos cinemas, The Eagle, e aproveitou para comentar a semelhança que há entre os personagens que interpreta no cinema e sua própria vida.

"Meus personagens muitas vezes não têm uma figura parental significativa", conta o ator, que nunca conheceu seu pai, separado de sua mãe desde antes de seu nascimento. "Eu não sinto falta dele", diz. "Como eu poderia? Você não sente falta do que nunca teve". Bell nunca tentou contatar seu pai, e o que sabe dele é apenas o que sua mãe lhe contou. Quando "Billy Elliot" foi lançado, seu pai disse à imprensa que não iria forçar um relacionamento, atitude que o ator diz ter apreciado.

"Há uma razão para eu interpretar personagens problemáticos. Mas ela está escondida... " - Jamie Bell.
 Fotografia: Barry J. Holmes para The Observer.

Quase todos os seus papéis têm este traço comum de um pai ausente, e isso parece se repetir em "The Eagle" e 'O Segredo do Licorne'. "Até mesmo Tintin não tem pais para falar sobre eles", diz Bell. "Não há nenhuma menção a eles. É estranho. Mencionei que eu também tenho um cachorrinho branco?"

O ator também contou que não é muito assediado nas ruas, porque escolheu não fazer blockbusters. Segundo ele, mesmo com a fama de Tintim sua tranquilidade não está tão ameaçada, pois seu rosto não aparece no filme, obviamente por se tratar de uma animação. "Além disso, ninguém conhece Tintim na América. Ele não é o Homem-Aranha [papel que o ator foi cotado para interpretar]. Se você perguntar a uma criança aqui sobre Tintim, ele vai responder: 'Você quer dizer Rin Tin Tin? O cachorro?'"

Jamie Bell descreve Tintim como "incrivelmente focado e moralmente correto", definição que, segundo a matéria, poderia se aplicar bem a ele: um jovem de 24 anos que já atuou em 16 filmes até agora e ainda se acha preguiçoso. Além de atuar, Bell agora está se dedicando a escrever e futuramente pretende dirigir curta-metragens. Só em 2011, quatro filmes com o ator em papel de destaque chegarão aos cinemas, ideia que para ele "parece assustadora".

:: Em tempo: No final da entrevista, ficamos sabendo que Bell está retornando à Nova Zelândia para gravar mais cenas de Tintim por alguns dias. Em outra ocasião, o diretor Peter Jackson disse que o filme estava pronto, totalmente editado. Será que as cenas seriam parte de algum material promocional? Ou seria o começo do segundo filme?
Compartilhe:

Um comentário:

  1. Espero que esse retorno á Nova Zelândia seja um começo do segundo filme!! As vezes, penso que a equipa técnica anda a esconder algumas coisas aos tintinófilos para depois ser uma supresa :P

    ResponderExcluir

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT