quarta-feira, 23 de março de 2011

Rapidinhas Tintim por Tintim - Março


:: Toda criança deveria ler

O Secretário da Educação do Reino Unido, Michael Gove, disse que crianças de 11 anos de idade deveriam ler um livro por ano para melhorar os níveis de alfabetização. Em matéria publicada nesta quarta-feira, o jornal The Independent publicou uma lista com 50 livros indicados pelos três principais autores infantis da Grã-Bretanha e dois especialistas do jornal. Cada um indicou dez livros que recomendariam às crianças do 7º ano escolar, e também questionaram a sugestão contraditória dada pelo secretário, responsável pelo fechamento de várias bibliotecas do país.

Philip Pulman (autor da trilogia "Fronteiras do Espaço") sugeriu obras clássicas como "Alice no País das Maravilhas" e "Pinóquio", incluindo entre elas o álbum "As Joias da Castafiore", de Hergé. Ele justifica a indicação pelo fato de Tintim acompanhar três gerações familiares, e a história ter uma narrativa perfeita e bom humor. Entre os livros indicados pelos demais escritores estão "Um Conto de Natal", "O Velho e o Mar", "O Hobbit", "O Senhor dos Aneis" e "As Aventuras de Sherlock Holmes". Para ver a lista completa, clique aqui.
:: As Jóias da Castafiore está em oferta no SubmarinoClique aqui e compre!
:: Caso Tintim no Congo: primeira vitória para a Casterman

Finalmente surge uma novidade no caso judicial que envolve o congolês Bienvenu Mbutu Mondondo, a Moulinsart S.A. e a Casterman. No último mês de fevereiro, o tribunal de primeira instância de Bruxelas considerou que como o caso "Tintim no Congo" lida com o racismo, a presença do Ministério Público seria necessária. Uma nova audiência foi marcada para 18 de março, quando o Ministério Público emitiu o seu parecer: o caso cabe à competência do Tribunal do Comércio. Bienvenu Mondondo queria que o processo fosse julgado pelo Tribunal Penal Internacional, mas a decisão da justiça foi favorável às duas empresas.

O queixoso solicitou também que a Moulinsart e a Casterman apresentassem os contratos que as ligam para saber qual delas detém os direitos autorais da obra de Hergé, mas o Ministério Público decidiu que não será necessário. Os autores do processo, que se arrasta desde 2007, afirmaram estar dispostos a levar o caso adiante. "Se querem ir para o Tribunal do Comércio, nós iremos", disse Ahmed L'Hedim, advogado de acusação, "e se tivermos de pleitear sem saber o conteúdo do contrato entre os réus, nós o faremos". Segundo o site 7sur7, a próxima audiência acontecerá dentro de um mês.
:: Para saber tudo sobre o caso, clique aqui. Para comprar o álbum Tintim no Congo, clique aqui.
:: Paródia de Tintim é autorizada pela Justiça

Em recente decisão, a Corte de Apelação de Paris afirmou que a coleção "Les aventures de Saint-Tin et son ami Lou", de Gordon Zola, não constitui violação dos direiros autorais ou pararisismo.

A Moulinsart S.A. havia pedido a proibição dos livros, publicados pela Le Léopard Démasqué (selo da editora Arconsil), mas numa rara atitude, o tribunal foi favorável ao réu. 'As Aventuras de Saint-Tin' obra faz referência à criação de Hergé em seus títulos e capas, além de trazer personagens que lembram os protagonistas das aventuras de Tintim, como um repórter aventureiro e seu animal de estimação (um papagaio), um velho capitão, um cientista e dois detetives idênticos.

Para o tribunal, "Saint-Tin" se encaixa na exceção concedida pelo Código da Propriedade Intelectual, presente na legislação francesa, que permite a publicação legal de paródias. Em primeira instância, o tribunal havia condenado o editor por parasitismo. Desta vez, a corte de apelação não só foi favorável ao acusado como condenou a Moulinsart e a Fanny Rodwell (viúva e herdeira universal dos direitos de Hergé) a pagar 10 mil euros de indenização à editora, em razão das perdas de venda que sofreu e do dano causado à sua imagem. 
:: Clique aqui e saiba mais sobre o caso Gordon Zola.
:: Ilustradas
Foto de Tintim e Milu será refeita com ovos coloridos

:: Uma imagem de Tintim e Milu publicada na revista Tintin em 1963 será reconstruída em tamanho gigante com ovos de páscoa na Suíça. O evento ocorrerá no próximo dia 24 de abril (domingo de páscoa) pelo 13º ano consecutivo. Para saber mais, clique aqui.

Cristiana Fernandez, governanta de Hergé, ganhou este quadro do patrão

:: Entre 1962 e 1963, Hergé pintou uma série de 40 quadros abstratos. Dois deles acabam de reaparecer, sendo que um será leiloado no dia 22 de maio (aniversário do cartunista). O quadro foi dado por Hergé a Cristina Fernandez (foto acima), que trabalhou como governanta para o casal Remi durante cinco anos. Para saber mais sobre a investida de Hergé no mundo da arte moderna, acesse o Le Soir.

Anúncio da série "As Memórias de Mil Raios"

:: Para comemorar os 70 anos do Capitão Haddock, o jornal belga Le Soir lançará a série 'Les Mémoires de Mille Sabords" ('As Memórias de Mil Raios'). Serão 22 páginas colecionáveis com informações sobre o personagem: seus antepassados, seu vocabulário, suas vestimentas, sua atração por Loch Lomond, sua vida em Moulinsart, enfim, tudo...  A série é gratuita, e se estenderá por 10 dias, entre 29 de março 8 de abril de 2011.
:: Se ainda não leu o especial do Tintim por Tintim sobre os 70 anos do Capitão, clique aqui e não perca tempo!
Compartilhe:

Um comentário:

  1. Gostei que "As Jóias da Castafiore" fosse sugerido ás crianças, mas claro que qualquer álbum de Tintim serve..

    Interresante a imagem de Tintim reconstruída em tamanho gigante com ovos de páscoa!

    ResponderExcluir

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT