COLEÇÃO DE FIGURAS DE TINTIM FINALMENTE NO BRASIL

Todos os detalhes do lançamento da Planeta DeAgostini

ÁLBUNS DE TINTIM EM PRETO-E-BRANCO CHEGAM AO BRASIL

Globo Livros lança réplicas das versões originais de Tintim

ESCUTE AQUI!

Série inédita baseada em "O Lótus Azul" é transmitida no rádio

PELA PRIMEIRA VEZ EM CORES

Veja a capa da nova edição de "No País dos Sovietes"

AS ATADURAS DE TINTIN

Infográfico reúne todas as pancadas que Tintim já levou

TPT ENTREVISTA ISAAC BARDAVID

Assista o bate-papo com o dublador do Capitão Haddock

TPT ENTREVISTA O PRIMEIRO TINTIM DO CINEMA

Jean-Pierre Talbot fala tudo sobre os únicos filmes de Tintim com atores reais

70 ANOS DO JOURNAL TINTIN

Publicações e eventos marcam o aniversário da revista

TPT ENTREVISTA O DUBLADOR DE TINTIM

Oberdan Jr conversa com o blog em vídeo de duas partes. Confira!

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Tintim vende mais de 1 milhão de euros em leilão

Realizado no último sábado, 29 de maio, em Paris, o leilão organizado pela casa Piasa e pela Sociedade Moulinsart apresentou 230 itens, entre desenhos e outras raridades, relacionados a Hergé e Tintim. Segundo informações da imprensa francesa, a venda arrecadou 1,08 milhão de euros (o que ultrapassa 2,5 milhões de reais).
A pintura intitulada "Tintim e as conchas", que Hergé fez em 1947 para presentear um amigo, foi vendida por € 131.250.

A estátua de bronze de Tintim e Milu, de Nat Neujean, também bateu um recorde: € 125.000, o valor mais alto pago por uma obra deste artista. A escultura de 1,80 m foi arrematada pelo proprietário de uma galeria parisiense, Francis Slomka, que se especializou em obras originais de artistas de quadrinhos, e irá expor a obra em uma galeria em Bruxelas. "Eu acho que os belgas ficarão felizes com o retorno de seus heróis. Tintim é tão mágico!", disse Slomka.

Mas o maior destaque do leilão foi a venda de duas páginas originais de 1938 do álbum "O Cetro de Ottokar", arrematadas por € 243.750 - um recorde para este tipo de trabalho, de acordo com os organizadores do leilão. "O cliente é um colecionador particular da Bélgica. Tintim sempre retorna para a Bélgica. Nos nossos dias, colecionadores de arte já não têm medo de mostrar que também compram quadrinhos", disse Alain Van Neygher, agente da casa de leilões.

Realizado em Paris, o leilão não atraiu apenas colecionadores franceses. "Muitos dos compradores vêm da Bélgica. Existem também alguns anglo-saxônicos e os espanhóis, mas o resto são, essencialmente, do mundo dos colecionadores franco-belga", disse dos caçadores leilão Tintin.

Confira abaixo uma reportagem sobre o leilão, exibida na emissora portuguesa RTP:
Os 230 lotes para o leilão incluiram também objetos pertencentes a Hergé, como cachecóis, caixas de giz-de-cera, pesos de papel, etc. Veja mais alguns itens leiloados nas fotos abaixo, da agência Associated Press e da AFP (clique para ampliá-las):

Outro leilão de trabalho de Hergé está marcada para 09 de outubro no Castelo de Cheverny, que serviu de inspiração para o Castelo de Moulinsart. Enquanto isso, ocorre no próximo sábado, 5 de junho, agora no Hotel Marcel-Dassault, em Paris, outro leilão relacionado aos quadrinhos, tendo como atração principal 16 desenhos de Hergé, num total de 275 lotes de autores consagrados como Hugo Pratt e Franquin.
Compartilhe:

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Criações de Hergé: Fred e Mile


Os personagens que aparecem nesta parte da série tiveram uma vida mais curta que a dos anteriores. A dupla de meninos Fred e Mile foi criada por Hergé em 1931. A história em quadrinhos de apenas duas páginas foi desenhada para o jornal católico Mon Avenir ("Meu Futuro"), destinado a futuros membros de um grupo de ação católica.



Un prévenu en vaut deux! (ou "Um prevenido vale por dois!") foi o título da única HQ publicada, que tem uma das páginas disponível acima. Na verdade, os dois protagonistas da historinha pareciam tanto com Quick e Flupke (Quim e Filipe em Portugal), outra criação de Hergé, que o autor decidiu parar de produzir suas aventuras. Comparando o último quadrinho de Fred e Mile com a aventura de Quim e Filipe intitulada "Unbreakable", a semelhança fica ainda mais visível.

ATUALIZAÇÃO: No Facebook oficial de Tintim foi disponibilizada uma imagem completa da HQ:

Copyright: Moulinsart S/A.
Com informações da Wikipédia e do Le Forum des Tintinophiles.
Compartilhe:

quinta-feira, 27 de maio de 2010

FOTO: Quadro de Hergé será leiloado neste sábado

Confira abaixo uma imagem de um quadro de Hergé que será leiloado neste sábado, 29 de maio. A obra, pintada em nanquim, aquarela e guache, era até então desconhecida, mas foi revelada recentemente como um presente dado pelo criador de Tintim a um amigo. Chamada pelos donos de "Tintim e as conchas", a pintura traz Tintim, Milu, o Capitão Haddock e o Professor Girassol.

Neste link você pode ver imagens de outras obras que estarão à venda no leilão, realizado pela Sociedade Moulinsart em parceria com a casa de leilões Piasa.
Compartilhe:

Amanhã tem mais "Criações de Hergé"

Excepcionalmente nesta sexta-feira, o blog publica mais uma parte da série especial em memória dos 103 anos de Hergé.

Aguarde!
Compartilhe:

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Roteiristas falam sobre adaptação de 'Tintim'

No vídeo a seguir, os roteiristas Doug Miro e Carlo Bernard, que estiveram envolvidos na produção do longa 'Tintim e O Segredo do Licorne', falam ao site Collider sobre como foi trabalhar ao lado Steven Spielberg, e contam também suas impressões a respeito o primeiro longa da trilogia. O video está em inglês, mas vamos destacar aqui os pontos altos da entrevista.
Miro e Bernard começam falando sobre como conseguiram o sonhado emprego ao lado de Spielberg, e sobre a emocionante experiência de escrever um roteiro para o renomado cineasta. Entre outras coisas, eles revelam que o diretor lutou para encontrar a melhor maneira de contar a história de Tintim, preocupando-se bastante com a imagem do filme, já que é fã do traço de Hergé. Os roteiristas também fizeram uma confissão: eles acreditam que o filme será difícil de vender nos Estados Unidos, onde o personagem-título não é tão popular como nos demais países, principalmente da Europa e América Latina.

Sobre detalhes da história, Miro e Bernard ainda não podem contar nada, mas disseram que foram feitos dois scripts, sendo que eles não sabem como ficou o resultado - se usaram apenas um dos roteiros ou se misturaram os dois.

Além de 'Tintim', Doug Miro e Carlo Bernard estão envolvidos em outros grandes projetos para o cinema, como "Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo" e "O Aprendiz de Feiticeiro", ambos de Jerry Bruckheimer. O lendário produtor gostou tanto do trabalho dos dois que os convidou para escrever o roteiro do terceiro filme da franquia "A Lenda do Tesouro Perdido", distribuída pela Disney.
Compartilhe:

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Andy Serkis fala sobre seus próximos trabalhos, incluindo 'Tintim'

Andy Serkis conversou com o site Collider sobre seus próximos trabalhos para o cinema, entre eles os filmes "The Hobbit" e "Sex & Drugs & Rock & Roll". O ator de 46 anos também falou um pouco a respeito da adaptação de Tintim para as telonas, onde interpreta o Capitão Haddock.

A reportagem do Collider perguntou ao ator, que agora também tem uma produtora de filmes em performance-capture, o que ele aprendeu trabalhando ao lado de grandes diretores, como Peter Jackson e Steven Spielberg. Serkis mostrou-se satisfeito com a experiência, e afirmou que "apenas observar alguém como Peter " já era grande coisa, pois o diretor "estimula e inspira todas as pessoas que trabalham com ele". Ele conta também que o trabalho do diretor envolve "incitar performances", o que "valoriza o trabalho das outras pessoas". "É uma forma muito mais vibrante e positiva de trabalhar", exclama o ator, que confessa: "Eu acho que você aprende com a idade de qualquer maneira, mas acho que com certeza ter experimentado isso com esses caras..."

Outro assunto abordado na entrevista é a polêmica que ainda gira em torno da tecnologia de captura de performance. Muitos estúdios ainda não aceitam a já não tão nova técnica, por acreditar que os personagens animados por computador podem acabar substituindo os atores reais. Serkis não acredita que isso seja possível. "Eu acho que eles provavelmente não entendem que este é um avanço genuíno na tradição de atuar", diz o ator, que compara a captura de performance ao teatro grego e às comédias italianas.

Há pouco tempo, Andy Serkis fundou a empresa The Imaginarium, visando ajudar os aspirantes a cineastas a utilizar a tecnologia para contar suas histórias, que antes só poderiam ser produzidas por grandes estúdios. "Atuar é atuar", afirma. "Eu acho que esta é uma ferramenta fascinante e muito libertadora para os atores". O ator também fala sobre o desenvolvimento da performance-capture ao longo dos anos, desde "O Senhor dos Anéis", quando interpretou o Gollum, até "Avatar" e "Tintim". Ele conta que foi com "King Kong" que "a captura de performance facial realmente começou a desempenhar o seu papel", e que a partir dos filmes de Robert Zemeckis ("O Expresso Polar", "A Lenda de Beowulf" e "Os Fantasmas de Scrooge") a técnica se desenvolveu, já que "mudou de um personagem isolado em um pequeno espaço de muitos atores" para um cenário totalmente virtual, "onde o diretor é capaz de filmar tudo no estúdio".

Voltando a falar sobre o trabalho em "The Adventures of Tintin: The Secret of The Unicorn', Serkis conta que no ano passado os atores estiveram na Nova Zelândia, para algumas refilmagens. Questionado se estará na sequencia, ele diz: "Sim, eu acho... absolutamente... acredito que sim", e relembra que "a ideia é Peter dirigir e Steven produzir", sem deixar de rasgar elogios para a dupla de diretores: "Eles são um par tão fantástico. Uma equipe brilhante. Realmente são um time animador. O trabalho em equipe lá é fantástico."

Por último, Andy Serkis responde sobre como foi trabalhar com o Simon Pegg, com quem contracenou não só no filme de Tintim (onde este interpreta o detetive Dupont), como também no longa "Burke and Hare". "Simon, oh, quero dizer, ele é ótimo... muito engraçado", afirma, confessando que todos os dias vai para o trabalho junto com o colega, que mora há três quadras de sua residência, em Londres.



:: Em tempo: as gravações de "O Hobbit" começam no fim do ano. "Burke and Hare", comédia sobre dois assassinos ingleses, ainda não tem data de lançamento. "As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne" estreia em outubro de 2011.
Compartilhe:

Mais raridades vão a leilão

No próximo sábado, 29 de maio, acontece em Paris, na sala Druout-Montaigne, mais um leilão de peças relacionadas a Tintim e Hergé. A "venda Hergé", organizada pela casa de leilões Piasa e pela Moulinsart S.A., inclui 230 itens de cerca de 70 colecionadores, alguns deles desconhecidos até o momento, segundo informa o site Vancouver Sun.

Um museu belga detém cerca de 80 a 85 por cento da obra de Hergé, mas o número de peças do leilão, que vão desde desenhos originais e antiguidades, surpreendeu aos potenciais compradores. Entre os itens mais cobiçados está um dos quatro exemplares da escultura em bronze de Tintim e Milu, feita por Nat Neujean em 1976. Ela mede 1,80 metro, e está avaliada entre 100 mil e 120 mil euros.

Outro item que chama a atenção dos colecionadores um desenho inédito de Hergé, pintado com nanquim, aquarela e guache. Trata-se de uma cena original "totalmente desconhecida" até agora, estimada inicialmente entre 50 mil e 70 mil euros, que Hergé criou em 1947 como presente de aniversário para um de seus melhores amigos. O quadro mostra Tintim segurando uma grande concha, além do Capitão Haddock, que carrega uma réplica do navio Licorne, e do professor Girassol - todos num colorido cenário marinho. "Ele vai além da esfera dos quadrinhos", afirma Alexis Veillet, diretor de leilões Piasa. "É um desenho perfeito de Tintim, mas ainda um pouco surrealista".

Também está à venda uma versão "muda" do álbum "Tintim no Congo". As cópias foram feitas com balões de fala em branco para convencer os editores de outros países a traduzi-lo para suas línguas. "É difícil encontrar originais em bom estado, e esses livros mudos são muito raros... Talvez apenas algumas dezenas deles foram impressos", diz Velliet.

Os organizadores explicam que este leilão foi montado com o objetivo de descobrir ou redescobrir peças de Hergé desconhecidas, esquecidas ou que eram dadas como perdidas.
Compartilhe:

sábado, 22 de maio de 2010

Fatos em Fotos: 103 anos de Hergé

Há exatos 103 anos, em 22 de maio de 1907, nascia na rua Cranz, em Etterbeek, município de Bruxelas, Bélgica, um menininho que ainda daria muito o que falar. Batizado Georges Prosper Remi, o garoto era filho de Alexis Remi (1882-1970) e Élisabeth Dufour (1882-1946). Em 1912, o pequeno Georges ganhou seu primeiro e único irmãozinho, Paul. A seguir você confere a primeira foto daquele que mais tarde veio a ser conhecido como Hergé, o criador de Tintim:

O menino Hergé não era fácil de lidar, principalmente quando sua família recebia visitas. Um dos remédios usados pelos pais para controlá-lo era dar-lhe um lápis e um papel. Assim, o futuro gênio dos quadrinhos mostrou desde cedo um talento para o desenho. No período escolar, em Ixelles, Bélgica, Hergé matava o tempo desenhando nas contra-capas dos livros. No documentário "Tintin et moi", em entrevista a Numa Sadoul, ele conta: "Às vezes, o professor me via ocupado rabiscando e pensava que eu estava distraído, me dizendo bruscamente: 'Remi!... Repita então o que eu acabei de dizer'. E já sorria maliciosamente por baixo da barba. Mas seu rosto geralmente expressava um profundo espanto quando, tranquilamente, sem hesitação, eu repetia o que ele havia dito. Porque se eu desenhei com uma mão, bem, eu ouvi atentamente com a outra!..."

A imagem abaixo mostra seu primeiro desenho conhecido, datado de 1911. Nele aparecem um trem a vapor, um guarda e um carro, rabiscados no verso de um cartão postal:

Compartilhe:

Já está participando da promoção?

103 anos de Hergé. Neste sábado, 22 de maio, o criador de Tintim faria mais um ano de vida. Os números da data e da idade do quadrinhista belga somam 4: 1 + 0 + 3 = 4; 2 + 2 = 4. Eu não ligo para numerologia, mas coincidentemente ou não, este é o número de seguidores do blog no Twitter que serão presenteados pela Log On Editora com os mais novos DVDs da série, que ilustram o banner acima.

Se você foi redirecionado para esta postagem, é porque já deve estar participando. Mas se ainda não entrou na promoção exclusiva para seguidores de @Britto_PH, confira o regulamento (clicando aqui) e concorra!
Compartilhe:

sexta-feira, 21 de maio de 2010

ATUALIZADO: Promoção no Twitter

Confira os detalhes da nova promoção do blog em parceria com a Log On:

No aniversário dos 103 anos de Hergé, os blogs As Aventuras de Tintim, Opinião & Opção e a Log On Editora realizam uma promoção que irá presentear quatro seguidores do blog no Twitter (www.twitter.com/Britto_PH).

A promoção será realizada através de um sorteio, e se dará da seguinte maneira: neste sábado, 22 de maio de 2010, será publicada uma mensagem no referido Twitter, a qual deve ser retuitada pelos seguidores interessados em participar da promoção. Os concorrentes terão até a noite de domingo para dar o "RT" na mensagem. Do contrário, não poderão participar da promoção. O sorteio será realizado através do site Sorteie.me, o que garante que o resultado será aleatório, sem interferência alguma do pessoal do blog ou da editora.

Cada um dos quatro vencedores será agraciado com um dos DVDs da série As Aventuras de Tintin, que foi relançada em março pela Log On, agora em discos individuais. O blog entrará em contato com os vencedores, que deverão informar nome, idade e endereço para postagem. O envio dos DVDs ficará a cargo da Log On Editora.
Compartilhe:

quinta-feira, 20 de maio de 2010

O blog agradece

O blog As Aventuras de Tintim foi agraciado com dois selos, ambos oferecidos pelo parceiro BLOGARITMOX. Saiba mais do que se trata abaixo:

"O Prêmio Dardos é um reconhecimento dos valores que cada blogueiro emprega ao transmitir valores culturais, éticos, literários, pessoais, etc. que, em suma, demonstram sua criatividade através do pensamento vivo que está e permanece intacto entre suas letras, entre suas palavras. Esses selos foram criados com a intenção de promover a confraternização entre os blogueiros, uma forma de demonstrar carinho e reconhecimento por um trabalho que agregue valor à Web".


"O selo “Drunk” de originalidade é dedicado a todo blogueiro que não se preocupa com limites óbvios impostos pela pressão de seguir alguma “regra” dentro da blogosfera. Foi criado com fins de demonstrar respeito a todos aqueles que enriquecem e agregam a web o individualismo artístico de seu trabalho."

Agradeço ao amigo Thicovski pelas indicações, a recíproca com certeza é verdadeira.
Compartilhe:

quarta-feira, 19 de maio de 2010

Criações de Hergé: Sr. Bellum, O Anti-Hitler



Monsieur Bellum (algo como Sr. Bélico) foi criado por Hergé poucos meses depois do início da Segunda Guerra Mundial. O caricato personagem, cujo nome significa "guerra" em latim, simboliza a posição anti-Hitler tomada na época por países como a França. Suas quatro historinhas foram publicadas no semanário L'Ouest , entre 7 e 19 de dezembro de 1939.


A publicação, que teve uma tiragem de dez mil exemplares, recebeu apoio financeiro do embaixador da Alemanha na Bélgica - o que alimenta a polêmica sobre a possível colaboração de Hergé com o nazismo. A verdade é que, pouco antes de estourar a guerra, Hergé foi convidado por Raymond De Decker para trabalhar no lançamento do L'Ouest. Ele já conhecia De Decker, pois havia ilustrado as capas de dois de seus livros (de ideologia fascista), bem como vários panfletos.


Para a história em quadrinhos publicada nos primeiros números da nova publicação, Hergé criou o Sr. Bellum. Aparentemente um típico belga, com ares de um professor distraído, Bellum na realidade era um "senhor da guerra irracional e um covarde completo", como é definido na biografia "Hergé - The Man Who Created Tintin". Apesar de o personagem aparecer em situações à primeira vista anti-nazistas, há quem acredite que sua mensagem é o oposto do que realmente diz. Quer dizer, se o personagem é retratado como um ser estúpido, que credibilidade terá ao chamar Hitler de idiota, como acontece em uma das tiras?


CLIQUE NAS IMAGENS PARA VER AS QUATRO AVENTURAS DO SR. BELLUM
COM LEGENDAS

Segundo o biógrafo Pierre Assouline, Hergé tinha uma posição neutra com respeito ao nazismo, apesar de ter trabalhado num jornal mantido pelo regime. O criador de Tintim "acreditava que estava apoiando a causa [anti-nazista] de sua própria maneira, por publicar os desenhos no jornal L'Ouest, um semanário que afirmou apoiar a neutralidade da Bélgica e, consequentemente, era hostil a todas as visões políticas que defendessem a agressão militar". Hoje definido como pré-colaboracionista, o jornal onde as HQs do Sr. Bellum foram publicadas acabou sendo banido por fazer propaganda a favor de um regime autoritário.


A série de tiras foi interrompida quando Hergé foi chamado para o norte da Bélgica e enviado para uma companhia de infantaria de reserva. Hoje, as aventuras do Sr. Bellum só estão disponíveis em versão impressa no livro "Tintin et Moi - Entretiens avec Hergé", de Numa Sadoul.

Com informações do livro "Hergé - The Man Who Created Tintin", de Pierre Assouline e do site Herge.de.
Compartilhe:

sábado, 15 de maio de 2010

Novidades sobre o processo contra "Tintim no Congo"

Na última quarta-feira, 12/05, aconteceu em Bruxelas, Bélgica, mais uma audiência sobre o caso "Tintim no Congo", álbum de Hergé que vem sendo acusado de racismo pelo congolês Bienvenu Mbutu Mondondo. Um processo judicial se estende há cerca de dois anos nos tribunais belgas, e o desejo da acusação é que a venda da obra seja proibida.

Sandrine Carneroli, representando a editora Casterman e a Moulinsart S.A., afirmou que o processo deve ser analisado pelo Tribunal Comercial, pois a natureza do ato é apenas comercial. Os advogados de acusação contestam, pois acreditam que o caso diz respeito principalmente aos direitos humanos. A parte demandante também pediu um depósito de 15 mil euros para o pagamento de despesas. De acordo com a legislação belga, este pagamento pode ser exigido quando o autor da acusação é um cidadão estrangeiro, como é o caso de Mondondo.

Na audiência, o presidente do CRAN (Conselho Representativo das Associações Negras na França), Patrick Lozès, tomou o lado de Bienvenu Mondondo, servindo como testemunha de acusação. "Eu acho que o lugar deste livro é um museu, onde pode ser acessado por adultos que querem saber da época colonial", disse Lozès à AFP. Contudo, ele alega que a intenção da associação não é processar Tintim ou Hergé, mas sim os preconceitos raciais. Tanto que a CRAN não exige a proibição das vendas do álbum, apenas pede que uma faixa de advertência seja afixada à capa e um aviso inserido no prefácio, "iluminando o leitor sobre a natureza de uma obra que afirma a superioridade racial dos brancos sobre os negros e, portanto, não deve ser distribuído sem advertência, especialmente para as crianças".

Caso a justiça belga não atenda suas expectativas, Bienvenu Mondondo está decido a levar o caso ainda mais longe. O congolês pode apelar para ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, e talvez à Comissão de Direitos Humanos da União Africana. Quanto à CRAN, seu presidente garante que, "se o tribunal belga não mostrar a velocidade necessária, vamos aproveitar os tribunais franceses para conseguir o que procuramos".

O Tribunal Criminal de Bruxelas está analisando o caso, e antes de qualquer ação, deve esclarecer a quem percentem os direitos do álbum - à Casterman ou à Moulinsart. O tribunal também deve determinar se o álbum viola ou não a lei Moureaux contra o racismo. O pronunciamento sobre a aceitação do caso está marcado para o próximo dia 31 de maio.

Com informações dos sites AFP e ActuaLitée.
Compartilhe:

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Trilha sonora de 'Tintim' já foi concluída

O site Tintin.com informou, na última terça-feira, que a trilha sonora do filme 'As Aventuras de Tintim: O Segredo do Licorne', já está pronta. John Williams (foto), que já participou de outros trabalhos ao lado de Steven Spielberg, diretor do longa, foi o escolhido para compor as canções do filme.

Membro da Boston Pops Orchestra há 30 anos, Williams foi o compositor de alguns dos temas mais marcantes do cinema, como The Raiders March (Indiana Jones) e Imperial March (Star Wars). Aos 78 anos, ainda é um apaixonado por música, trabalha seis dias e meio por semana. Ele explica o motivo: "Há dias bons e ruins. Você compõe, e na semana seguinte, percebe que a partitura não vale nada, então joga fora. Eu escrevo sem parar. Sempre digo para mim mesmo que vou fazer melhor da próxima vez!"

Vamos torcer para que os dias tenham sido bons quando enquanto ele compunha a trilha sonora de Tintim...

:: Em tempo: De acordo com o site oficial de Tintim, o longa chegará às telas a partir de 18 de outubro de 2011.
Compartilhe:

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Criações de Hergé: O Adorável Sr. Mops

O Adorável Senhor Mops (Cet Aimable Monsieur Mops) foi uma pequena série criada por Hergé em 1932, três anos após o surgimento de Tintim. Com apenas oito episódios, de uma página cada, a série gira em torno das aventuras do divertido personagem título - que pode ser visto na imagem abaixo, à esquerda.

Baixinho, dono de um chapéu-coco e um bigodinho característico, o Sr. Mops é bastante ingênuo e desajeitado. Sempre trajado com um casaco preto e uma calça curta (e às vezes carregando uma bengala), o homenzinho tem um visual bem familiar. Tanto seu estilo como o de suas curtas aventuras - mais voltadas para a comédia romântica - rementem claramente ao astro do cinema mudo Charles Chaplin, que eternizou o engraçado personagem Vagabundo.

As semelhanças vão além da coincidência. O personagem foi criado na época em que os filmes mudos começaram a falar. Em 1931, Chaplin tinha acabado de estrear "Luzes da Cidade" (City Lights), unanimemente aclamado como uma obra-prima. Como grande admirador do ator que era, Hergé deve ter buscado uma forma de homenageá-lo, o que o teria levado a criar este novo personagem.

As historinhas do Sr. Mops foram desenhadas por Hergé para o catálogo de vendas por correspondência da loja de departamentos Le Bon Marché, localizada em Bruxelas, Bélgica. Esta foi uma produção experimental, que infelizmente não teve tempo suficiente para desenvolver a profundidade presente nas demais criações do autor.

"O ÚLTIMO BONDE" - UMA AVENTURA DO SR. MOPS

:: Curiosidade: O adorável Sr. Mops fez uma participação em uma das aventuras curtas de Quim e Filipe, intitulada "Inocência".

Compartilhe:

terça-feira, 11 de maio de 2010

Nesta quarta!

Confira mais uma parte da série especial Criações de Hergé, um presente do blog aos tintinófilos brasileiros no mês dos 103 anos do criador de Tintim. Dessa vez, você vai conhecer um simpático personagem, que teve uma curta, mas divertida jornada... E é ele mesmo quem dá o recado:

Então, estamos combinados: amanhã, passe por aqui, e não deixe de comentar!
Compartilhe:

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Blog responde: 10 livros sobre Hergé



Já faz algum tempo que essa seção não é atualizada. Peço desculpas aos leitores que não tiveram suas perguntas respondidas até agora. Mas a partir de agora, estou voltando a fazer esforços para conseguir postar todas as respostas às dúvidas dos tintinófilos...

Para começar, o blog atende a um pedido feito há alguns meses por um leitor (cujo e-mail eu perdi - se for você, identifique-se). A questão é bem apropriada ao mês do aniversário de Hergé, já que ele quer saber a respeito dos livros biográficos sobre o autor, sejam eles em português ou não. Bom, são muitas as biografias dedicadas ao criador de Tintim - e poucas foram traduzidas para a língua portuguesa. Mas já que o colega pede sugestões de livros também em outros idiomas, seguem abaixo onze títulos que estão entre os mais conhecidos:

1. Hergé: Filho de Tintim (Hergé: Fils de Tintin) - 425 páginas. Autor: Benoît Peeters. Escrito por um dos amigos e colaboradores de Hergé, este livro foi a primeira obra biográfica sobre o desenhista belga a ser traduzida para o português. Lançado em Portugal em 2007, pela Editorial Verbo.

2. Tintin et Moi: Entretiens avec Hergé - Autor: Numa Sadoul. Publicado pela primeira vez em 1975, traz as entrevistas realizadas com Hergé em 1971, que originaram o documentário Tintin et Moi. Em 2004, a Casterman (que publicou a primeira versão) relançou a obra na França.

3. Le Monde de Hergé - Também escrito por Benoît Peeters, foi publicado originalmente em francês, mas depois traduzido para o sueco e o inglês (1992). Conta a história do autor por meio de ilustrações.

4. Les guerres d'Hergé: Essai de paranoïa-critique - Autor: Maxime Benoît-Jeannin. Lançado em 2007, esta obra polêmica trata da associação de Hergé com o fascismo hitleriano, confirmando também que o autor propagava em suas histórias a apologia ao anti-semitismo, colonialismo, anti-sovietismo, assim como a ideia da ascenção na Nova Ordem do Homem Branco.


5. As Aventuras de Hergé (Les Aventures d'Hergé) - 64 páginas. Roteiro: José-Louis Bocquet e Jean-Luc Fromental. Desenhos: Stanislas. Biografia de Hergé contada em quadrinhos. Publicada originalmente em francês em 1999, ganhou uma edição traduzida para o português (de Portugal) 2003. Em 2007, foi re-editada, aumentando o número de páginas para 72. Veja uma página clicando aqui.

6. Hergé: The Man Who Created Tintin - 288 páginas. Autor: Pierre Assouline. Lançado em 2009, este livro faz uma análise profunda sobre a vida de Hergé, baseando-se em documentos pessoais do cartunista belga. Disponível em inglês, português e francês.

7. Hergé: Lignes de Vie - 1003 páginas. Autor: Philippe Goddin - que trabalhou como secretário geral dos Estúdios Hergé. Lançado em 2007 pelas Éditions Moulinsart como parte das celebrações do centenário de Hergé, o livro é resultado de uma pesquisa realizada por três décadas, com base em arquivos inéditos da família Remi, incluindo fotografias pessoais e correspondências - tudo com o apoio de Fanny Rodwell, viúva do desenhista. O objetivo deste livro é colocar Hergé dentro do contexto histórico e político e mostrar sua importância artística. O livro, produzido pela Les Èditions Moulinsart, faz parte das celebrações do centenário de Hergé.


8. The Adventures de Hergé, Creator of Tintin
- Autor: Michael Farr. Lançado em 2007, em comemoração ao centenário de Hergé, contém 127 páginas de textos e ilustrações sobre a vida do criador de Tintim
.

9. Hergé Correspondance - 191 páginas. Autores: Edith Allaert e Jacques Bertin. Editado pela Duculot em 1989, reúne dezenas de cartas recebidas e emitidas por Hergé. Entre os remetentes estão Tchang-Tchong Jen, que inspirou a criação do personagem Tchang. O último capítulo traz cartas que tentam traçar um retrato psicológico de Hergé.

10. Hergé par Hergé - 1050 páginas. Para marcar o centenário do nascimento de Hergé, e a exposição no Centro Pompidou (06/12/06 a 19/02/07), as Éditions Moulinsart lançaram um catálogo que traça a evolução gráfica do autor. Este grande volume traz 800 ilustrações em cores, acompanhadas de comentarios do próprio Hergé.


Além destes 10, dezenas livros biográficos e teóricos sobre Hergé e Tintim foram escritos em francês, mas poucos foram traduzidos para outras línguas. As poucas edições em português foram lançadas apenas em Portugal, sendo que nós, brasileiros, ainda não tivemos a chance de ler um relato completo sobre a vida do autor. Uma lástima.

:: Quem tiver mais sugestões de livros ou perguntas sobre outros assuntos, pode enviá-las para contatobritto@hotmail.com. Pode demorar, mas o blog responde!

Com informações dos sites: O Tintinófilo, Tintin Boutique e Tintin.com.
Compartilhe:

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Tintim "promete ser um sucesso", diz premiado diretor

Andrew R. Jones, diretor de animação de "Avatar", falou sobre suas expectativas para o longa "The Adventures of Tintin: The Secret of the Unicorn", o primeiro da trilogia dirigida por Steven Spielberg e Peter Jackson.

De acordo com o site oficial de Tintim, o diretor foi direto ao afirmar que aquele "será um bom filme". E ele sabe do que fala, afinal, também esteve envolvido na produção.

Por seu trabalho no filme de James Cameron, até então a maior bilheteria da história do cinema, Andrew Jones recebeu alguns prêmios ao lado de sua equipe, como o BAFTA e o Oscar, ambos por Melhores Efeitos Visuais. Ao lado dos colegas, ele também recebeu o prêmo VES, concedido pela Sociedade de Efeitos Visuais.

Agora, Jones supervisiona os efeitos especiais de outra superprodução, a adaptação do herói dos quadrinhos Lanterna Verde para os cinemas. Ainda sobre Tintim, ele conclui: "Estou realmente ansioso para ver o resultado do filme de Tintim, que promete ser um sucesso". Quem vai duvidar?!
Compartilhe:

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Tintim no tribunal em 12 de maio

Há três anos, o congolês Bienvenu Mbutu Mondondo tenta proibir a comercialização do álbum Tintim no Congo. Frustrado com a falta de progresso, em meados de abril ele incluiu no processo (antes apenas contra a Sociedade Moulinsart) uma ação civil contra a editora Casterman, que publica os álbuns de Tintim em francês.

Agora com um novo advogado (que aparece na foto acima), Mondondo insiste "que o álbum seja retirado das lojas ou, como opção, que seja inserido um aviso" em todos os exemplares que ele considera ofensivo para os negros.

A Casterman se opõe a retirada. "Este trabalho foi criado há 80 anos, e é apenas um instantâneo dos sentimentos da época", explica Valerie Constant, porta-voz da Casterman. "Nós vamos aparecer no tribunal em 12 de maio", garante.

Fonte: AFP
Compartilhe:

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Criações de Hergé: O Precursor de Tintim


No dia 30 dezembro de 1928, duas semanas antes da estreia de Tintim no País dos Sovietes, Hergé publicou duas páginas de quadrinhos que seguiam o estilo americano, que apesar de novo para o autor, já o havia conquistado. Estas foram as primeiras tiras da revista belga Le Sifflet, e saíram lado a lado, nas páginas 6 e 7 da publicação.

Uma das HQs, intitulada "Réveillon!", mostrava um restaurante de ostras, onde os clientes eram enganados. A outra, chamada "Le Nöel du petit enfant sage" (O Natal do garotinho sábio, em livre tradução), contava a história de um menino belga e seu impertinente fox terrier branco. Esta é a página que você pode ver abaixo, onde os dois personagens parecem mais protótipos dos futuros astros criados pelo cartunista, Tintim e Milu.


Hergé parece ter escondido estas páginas da Le Sifflet por toda a sua vida. O provável motivo seria vergonha de sua incorreção política - mais especificamente por piadas sujas, como aquela dos excrementos do cachorro, que aparece no último quadrinho da página acima. Tintinófilos franceses procuraram essas tiras por bem mais de quarenta anos, até que o holandês Huib van Opstal publicou detalhes sobre elas em sua biografia sobre Hergé, de 1994.

Estas duas páginas foram as primeiras em que Hergé fez uso dos balões de diálogos, já comuns nos gibis norte-americanos. Antes, nas historinhas de Totor e em outras tiras que publicava, o autor utilizava apenas legendas, onde comentava o que acontecia nas cenas. A próxima obra a utilizar a bem-sucedida técnica dos balões estrearia em 10 de janeiro de 1929, no Le Petit Vingtième, e continuaria a fazer sucesso por de mais de 80 anos...

Com informações da revista americana Comic Art e do francês Le Forum des Tintinophiles.
Compartilhe:

terça-feira, 4 de maio de 2010

Especial Criações de Hergé

Georges Prosper Remi, mais conhecido como Hergé, foi o criador das Aventuras de Tintim, isso todo mundo sabe. Mas no mês de seu 103º aniversário, o blog As Aventuras de Tintim trará uma série especial, mostrando outras criações do cartunista belga.

Durante todo mês de maio, às quarta-feiras, será publicada a série especial "Criações de Hergé". Para começar, neste dia 05/05, na primeira quarta do mês, o blog apresentará aos tintinófilos brasileiros os quadrinhos que antecederam As Aventuras de Tintim - os primeiros em que o artista utilizou balões de diálogo... Fique ligado!
Compartilhe:

Últimas do universo tintinário


:: Segundo o site Le Vif, Bienvenu Mbutu Monondo, conhecido mundialmente pela ação judicial que move contra a obra Tintim no Congo, mentiu sobre sua profissão. O congolês, que afirma ser contador, está desempregado há dez anos, e não tem nem condições de pagar os honorários de seu advogado. O sindicato dos contadores da Bélgica estuda a possibilidade de tomar medidas legais contra ele, por ter afirmado que era contador sem ter diploma, ou ao menos cursar contabilidade. Jean-Claude Ndjakanyi, um dos três advogados que abandonaram o caso, também está apelando para a Justiça contra seu ex-cliente. A Ordem dos Advogados de Bruxelas promete levar Bienvenu Mondondo aos tribunais se ele não pagar o que deve em duas semanas.

:: A imagem abaixo foi publicada pelo site The Economist, e retrata uma nova versão do mapa da Europa. Os ajustes nas posições dos países têm a ver com seus interesses atuais na política externa e econômica. Mas a característica que chama atenção no "novo" mapa do velho continente é a presença dos países Sildávia e Bordúria, ambos criados por Hergé para as aventuras de Tintim. Só esqueceram de uma coisa: nos álbuns, os países fazem fronteira.

:: Lewis Trondheim, roteirista da revista "Spirou", anunciou no mês passado que está trabalhando, junto com Benoît Peeters, na preparação de um novo álbum de Tintim. Mas não vá se animando, porque essa aventura não chega tão cedo... só em 2053! Por que esta data? É o ano em que o personagem de Hergé cai em domínio público - isso se a Moulinsart permitir! A notícia veio do blog de quadrinhos do Le Monde, que questiona se daqui a 43 anos uma álbum impresso será encarado como moderno, obsoleto, antiquado ou simplesmente brilhante. E mais: o que terá acontecido com Tintim, o ícone do século 20, que teve seus filmes produzidos em 3D no início do século?!


:: O jornal Le Figaro e a editora Beux Artes lançam na França um novo livro que estuda a obra de Hergé. Tintin à la découverte de grandess civilisations reúne historiadores de arte, colecionadores, jornalistas e escritores para falar sobre as influências e referências do mundo real nos álbuns do repórter. O site Actualitté publicou um preview sobre o lançamento, e disponibilizou quatro páginas em PDF. A publicação chegou as livrarias em 21 de abril, custando 24,90 euros.

:: De acordo com o site belga Philately, a agência de Correios da Bélgica anunciou o lançamento de um selo intitulado "Tintin à l'écran" (Tintim na tela), as aventuras de Tintim por Steven Spielberg.
Compartilhe:

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Saiba mais sobre o novo lançamento da LogOn

Conforme o blog publicou em primeira mão, a LogOn Editora está lançando uma nova coleção de DVDs de Tintim. Mesmo já tendo lançado em 2008 a coleção completa da série animada, que segundo a assessoria da editora esgotou em apenas um ano, as histórias agora são relançadas em DVDs individuais, a pedido do público. De início, quatro títulos chegam às lojas em capas belíssimas, sendo eles: "A Ilha Negra", "O Lótus Azul", "Perdidos no Mar" e "Os Charutos do Faraó".

Confira agora alguns detalhes da nova coleção, tendo como base o DVD que traz as duas partes do episódio "A Ilha Negra".

O menu principal segue o padrão dos menus do box, com a imagem de um mapa mundi e a trilha sonora de abertura ao fundo. As diferenças são as opções de menu, o título do episódio e a imagem em destaque, que agora fica estática com capa do álbum. As demais edições devem seguir o mesmo estilo - se houver mudanças, serão apenas nas cores de fundo. Mas vale lembrar que o mini-DVD de "Tintim na América" foi lançado com as mesmas cores (veja aqui).

A novidade desta versão é o submenu de seleção de cenas, que inclui um título para cada trecho do episódio. Adição muito prática e bem-vinda.

O menu de configurações continua o mesmo, mas infelizmente as opções de idiomas não aumentaram, estando disponíveis somente áudio em inglês e português. Legendas também, só em português.

Cada disco possui em média 46 minutos de arte - como é o caso do DVD de A Ilha Negra, utilizado aqui como modelo. Os episódios têm imagem fullscreen, e a dublagem é da Herbert Richers - a mesma que se tornou o desenho um clássico na TV Cultura. Quanto ao preço, incialmente fica mesmo em R$19,90 ( por estar em fase de lançamento), mas deve baixar com o tempo. Para quem já tem o box, esta é uma excelente oportunidade para presentear os amigos e fazê-los se apaixonar pelas aventuras de Tintim!
Compartilhe:

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT