quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Além de Tintim: As Aventuras Extraordinárias de Adèle Blanc-Sec

"Les Aventures Extraordinaires d'Adèle Blanc-Sec" é uma série em quadrinhos criada por Jacques Tardi , um dos maiores nomes da "banda desenhada" franco-belga, publicada entre 1972 e 2007. As aventuras se passam em Paris, anos antes (e depois) da Primeira Guerra Mundial, e gira em torno da repórter Adèle Blanc-Sec. Inicialmente uma escritora, a heroína se torna jornalista investigativa para desvendar crimes que envolvem ocultismo, corrupção e patriotismo. A primeira história publicada foi "Adèle et la Bête" (Adèle e a Fera), e nona e última, "Le Labyrinthe Infernal" (O Labirinto Infernal).

No último 14 de abril, estreou nos cinemas franceses a primeira adaptação da série para as telonas. Escrito, produzido e dirigido por Luc Besson ("Táxi", "Arthur e os Minimoys"), o longa é estrelado pela francesa Louise Bourgoin, e assim como a série de álbuns, traz algumas similaridades com as aventuras de Tintim.

A história se passa em 1912, um período de relativa paz global, e mostra a saga de uma jovem e destemida repórter que viaja ao Egito a fim de encontrar entre as múmias a cura para a doença de sua irmã. Nesse meio tempo, um ovo de 136 milhões de anos eclode no museu de história natural, dando vida a um perigoso pterodáctilo. Caberá a Adèle o papel de investigar a origem do animal jurássico e impedir que ele continue aterrorizando a capital francesa.

Distribuído no Brasil pela Imagem Filmes, o longa chega aos cinemas nacionais nesta sexta-feira, 29 de outubro. Mas não pense que procurando por "As Aventuras Extraordinárias de Adèle Blanc-Sec" o encontrará na lista de exibições, já que por aqui o filme foi intitulado "As Múmias do Faraó". Tudo bem que a personagem não é nada conhecida em terras tupiniquins, mas acho que exageraram um pouco na adaptação. Como dito no O Globo, seria a mesma coisa de traduzir "Tintim no Tibete" como "Os Monges do Tibete"...

Abaixo você confere o trailer nacional de "As Múmias do Faraó". Note que logo nos primeiros segundos há uma referência aos quadrinhos de Tintim.


Percebeu? E essa não é a única similaridade. Além de trazer uma jovem e (apenas aparentemente) frágil repórter viajando pelo mundo e desvendando mistérios históricos, a série é composta de personagens cômicos, como um detetive trapalhão, um cientista apaixonado e um terrível vilão.


:: A propósito: Confira uma crítica de Rubens Ewald Filho clicando aqui. Veja também o site brasileiro do filme, neste link.
Compartilhe:

3 comentários:

  1. Eu realmente não conhecia as aventuras de Adèle Blanc-Sec mas penso já ter ouvido esse nome.. O trailer dá a ideia que o filme até é capaz de ser bom e não há duvidas que o idolo que aparece nos primeiros segundos é o idolo das aventuras de Tintim, no album "A Orelha Quebrada". Engraçado! =)

    ResponderExcluir
  2. É verdade, concordo com o Fred, só que na adaptação para os desenhos o nome do álbum é ´´O ídolo roubado´´!

    ResponderExcluir
  3. Na realidade, Anônimo, "A Orelha Quebrada" é o título português do álbum que no Brasil se chama "O Ídolo Roubado". A versão portuguesa, inclusive, é mais fiel à original, já que em francês o álbum se chama "Le Oreille Cassée".

    ResponderExcluir

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT