quinta-feira, 6 de maio de 2010

Tintim no tribunal em 12 de maio

Há três anos, o congolês Bienvenu Mbutu Mondondo tenta proibir a comercialização do álbum Tintim no Congo. Frustrado com a falta de progresso, em meados de abril ele incluiu no processo (antes apenas contra a Sociedade Moulinsart) uma ação civil contra a editora Casterman, que publica os álbuns de Tintim em francês.

Agora com um novo advogado (que aparece na foto acima), Mondondo insiste "que o álbum seja retirado das lojas ou, como opção, que seja inserido um aviso" em todos os exemplares que ele considera ofensivo para os negros.

A Casterman se opõe a retirada. "Este trabalho foi criado há 80 anos, e é apenas um instantâneo dos sentimentos da época", explica Valerie Constant, porta-voz da Casterman. "Nós vamos aparecer no tribunal em 12 de maio", garante.

Fonte: AFP
Compartilhe:

3 comentários:

  1. Essa história não acaba mais não? Andei lendo que Tintim no Congo já aumentou muito as vendas depois dessas polêmicas todas...

    ResponderExcluir
  2. Bienvenu Mbutu Mondondo é um verdadeiro %$@#$&((*$@@#$¨%¨%$%%&¨*&¨!!!!!!
    Sabe o que ele quer:
    DINHEIRO!!!!!!!!!
    ENQUANTO ELE NÃO CONSEGUIR O QUE QUER, ISSO NUNCA VAI ACABAR!!!
    AQUELE %$#@*(&¨%$(!!!!!!!!
    Imaginem o que ELE diria da literatura brasileira.
    Machado de Assis, José de Alencar e etc seriam o que então?

    ResponderExcluir
  3. Bem pensado, "Anônimo"! O que seria da literatura brasileira se fosse encarada da mesma forma que esse mercenário está fazendo com Tintim no Congo?!

    ResponderExcluir

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT