terça-feira, 27 de abril de 2010

Uma nova aventura de Tintim?

10 de maio de 1940. O exército alemão invade a Bélgica. Aos 33 anos, Hergé é obrigado a sair do país, para não ter o mesmo destino de seu irmão, Paul, que fora deportado para a Alemanha como prisioneiro de guerra. O cartunista foge para a França, levando sua esposa, sua meia-irmã, sua sobrinha e seu gato siamês. No dia 22 daquele mesmo mês, Hergé se refugia em Collanges (Puy-de-Dôme), e fica ali por um mês, a convite de seu amigo e colega Marijac.

Como o jornal Le Vingtième Sciècle deixou de ser impresso em 09 de maio, em plena publicação da aventura de Tintim "No País do Ouro Negro", Hergé ficou sem trabalho. Mas ele não podia parar. Segundo a revista Circus, num artigo publicado em 1987 (clique na imagem abaixo), ele volta a desenhar, e começa uma nova história: Tintin et le Perfum Invisible ("Tintim e o Aroma Invisível", em livre tradução).

Ainda de acordo com a publicação, certo dia, quando o carro de Hergé quebra no meio da estrada, o desenhista o empurra até uma fazenda e o deixa lá, até que possa voltar para buscá-lo. Mas os anos se passam, a guerra prossegue, termina, e o dono do carro jamais volta. Um vizinho do fazendeiro, chamado Mouillessot, se interessa pelo carro abandonado, e o compra a preço de banana. Anos depois, ao mexer no banco de trás, ele descobre algumas folhas rabiscadas, mas não conhece o personagens desenhados ali. Aquelas seriam as quatorze páginas de esboços de 'Tintim e o Aroma Invisível', que acabaram sendo esquecidas por Hergé, já que seu próximo álbum fora "O Caranguejo das Tenazes de Ouro".

Aquelas preciosas páginas passam de mão em mão, até finalmente ser comprada por um rico colecionador holandês, que segundo a revista prefere permanecer anônimo. Mas ele mostra os supostos esboços de Hergé, e quem tem o privilégio de vê-los garantem que são autênticos. O enredo traz um acontecimento que teria sido o mais audacioso de todas as aventuras escritas por Hergé: o desaparecimento de Tintim. Tudo começaria com um passeio de Tintim e Milu ao redor do castelo de Moulinsart. De repente, um misterioso gás se espalha pelo ar, e o jovem repórter cai desmaiado - isso ainda na página 3, disponível abaixo. Em seguida, homens com máscaras de gás entram em cena, e carregam Tintim, que só volta a aparecer na última página.

Por anos, muitos fãs de Tintim buscaram mais informações sobre essa possível nova aventura de Tintim. Em fóruns espalhados pela rede, há o questionamento sobre a autenticidade desses esboços, e sobre quando o tal colecionador estaria disposto a revelá-los ao mundo. Mas muitos com certeza ficarão surpresos ao descobrir que, embora este manuscrito realmente exista, ele jamais foi assinado por Hergé. "Le Parfum Invisible" é oum trabalho de dois franceses, Christian Goux e Didier Convard , e foi projetado especificamente para a edição da revista Circus do dia... 1º de abril!

Isso mesmo, foi tudo uma pegadinha. No entanto, a parte que conta sobre a estadia de Hergé na casa em Collanges - sem água corrente - é a pura verdade. Na época, ele participou da vida da aldeia, ajudando até mesmo a cortar feno. Em casa, onde os jovens se reuniam para jogar baralho e ouvir rádio, Hergé às vezes desenhava Tintim na mesa da cozinha ou numa toalha de papel, sob o olhar atônito dos moradores. Talvez um destes esboços que ele fez ainda esteja no sótão da aldeia... Neste caso, a caça ao tesouro pode continuar!

Fonte: La Montagne. A imagem no topo foi criada por Ralph Edenbag, baseando-se nos esboços "originais".
Compartilhe:

5 comentários:

  1. Que pena tudo não passar de uma pegadinha... Na realidade eu estava achando tudo muito interessante, pois parecia que Hergé e Tintim haviam estado envolvidos numa história de cinema, cheia de mistérios, desencontros e descobertas, e contudo, real. Além disso, o enredo da aventura em si seria muito inovador e diferenciado.
    Criatividade impressionante a desses dois franceses que inventaram tudo isso.
    Muito bom!

    ResponderExcluir
  2. e uma pena ser pegadinha mas adorei o começo da historia^^

    ResponderExcluir
  3. Esse foi o melhor sequestro do tintin que já vi e a estória é falsa!kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Q legal!!! Pensei q fosse de autoria do próprio Hergé esse "Le Perfum invisible" Mto bom mesmo! kkk fikei loka pra saber como ficava essa historia! aí qndo eu li q era só uma pegadinha só falto eu ter um treco! kkk Sou uma grande fã d Tintim! meu desenho favorito! Minha melhor inpiração pra desenhar é Tintim! Por que nn fazem um concurso d desenhos na page ou aki no blog mesmo! Amo desenhar e seria uma ótima idéia!! À respeito do blog, não tenho nada a acrescentar, continua ótimo!!!! Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. @Anônimo, o blog já realizou um concurso de desenhos uma vez. Mas quem sabe no futuro não faremos novamente?! Obrigado!

    ResponderExcluir

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT