segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Nestor, o mordomo de Moulinsart


Este é o retrato típico do mordomo: completamente dedicado ao trabalho, com uma paciência às vezes inacreditável, principalmente quando o Capitão Haddock, o patrão, tem um dos seus famosos ataques de mau humor. O mais divertido é a forma como parece não ficar afectado com nada, nem com o mau humor do Capitão, nem com as tropelias de Milu e do gato do castelo, que têm a mania de correr por todo o lado e fazê-lo tropeçar sem deixar cair a bandeja.

Nestor apareceu pela primeira vez no álbum O Segredo do Licorne, como mordomo dos criminosos Irmãos Pardal, donos originais do castelo de Moulinsart. Quando os irmãos foram presos, foi constatado no julgamento que Nestor não estava sabendo de suas atividades ilegais. Mais tarde, o capitão Haddock reclama a propriedade do castelo, sua por direito de herança, e contrata Nestor como seu mordomo, e ele passa a ser personagem fixo dos álbuns de Tintim.


Discreto e trabalhador, Nestor parece ter só qualidades. É assim que conquista a confiança e o afeto de todos os habitantes do castelo. Em suas últimas aparições, porém, seu personagem é descrito como racista - em As Jóias da Castafiore, por exemplo, ele se mostra hostil aos ciganos.

Curiosidade:

Em Tintim e os Tímpanos, Hergé mostra mais um defeito secreto de Nestor: ele bebe escondido do uísque do patrão, além de escutar conversas alheias por trás das portas. Ou seja, ele não é tão perfeitinho como parece...
Fonte: Wikipédia.
Compartilhe:

2 comentários:

  1. Divertidos esses personagens de Tintin!!! Disponibilizei em meu blog todos os episódios para download, acessem: www.andersonltmg.blogspot.com
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  2. tem as 7 bolas de cristal

    ResponderExcluir

Fique à vontade para soltar o verbo, marujo!

Translate

Veja também

Veja também
Site oficial de Tintim

Arquivo TPT